Beyoncé
Reprodução/Twitter
Record é acusada de racismo por associar Beyoncé à magia negra

A Record está entre os assuntos mais comentados no Twitter nesta quarta-feira (6). A emissora está sendo acusada de racismo por exibir uma reportagem associando  Beyoncé à magia negra. Na matéria do programa "Fala Que Eu te Escuto", o canal de televisão se propõe a explicar o que é esse tipo de magia e fala sobre uma denúncia que a cantora recebeu por supostamente ter enfeitiçado uma baterista que fazia parte da banda dela.

Nas redes sociais, muitos internautas ficaram revoltados com a reportagem. As pessoas ficaram muito indignadas com o fato de a Record ter usado imagens do filme musical "Black is King", no qual a diva pop exalta as culturas negras e africanas. Na visão das pessoas que estão criticando, isso foi um ato racista e de intolerância religiosa.

A reportagem fala que Beyoncé tem uma carreira sólida e com poucas polêmicas, mas uma delas assustou até os fãs A narradora fala que a artista "teria praticado rituais de magia negra contra uma ex-integrante de sua banda. A ex-baterista de Queen B, Kimberly Thompson, levou o caso para a polícia. Denunciou Beyoncé pelos supostos atos de bruxaria. Na época, Kimberly disse que a cantora recorreu à magia negra lançando feitiços de abuso sexual contra ela".






    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários