O autor Walcyr Carrasco confessou que matou a personagem de Marina Ruy Barbosa na novela “Amor à Vida”, exibida em 2013 na Globo, porque ficou incomodado com uma atitude da atriz. Na trama, a ruiva vivia uma jovem com câncer e gerou polêmica ao se recusar a raspar o cabelo – como foi feito com Carolina Dieckmann na clássica cena de “Laços de Família”.

Walcyr Carrasco, Marina Ruy Barbosa
Reprodução
Walcyr Carrasco matou Marina Ruy Barbosa em novela

Durante uma live no Instagram da revista Caras, Walcyr Carrasco contou que antes de começar a novela a atriz teria dito que rasparia o cabelo, mas acabou desistindo enquanto a trama estava no ar. Sem saída, a atitude do autor foi matar a personagem e transformá-la em um fantasma.  

“Quando ela aceitou o papel, ela tinha combinado que cortaria o cabelo. Tinha combinado verbalmente que cortaria quando aceitou o papel. Ela foi fazer o papel e a história [do corte] foi chegando. Ela não avisou com tanta antecedência que não ia cortar”, contou Walcyr. “Se ela tivesse, a certa altura, avisado com muita antecedência, eu teria sabido orientar a história para outro lugar”, acrescentou.


Segundo o autor, a história já estava encaminhada e como ele foi pego de surpresa o único jeito era matar a personagem, já que ela estava à beira da morte. Ele ainda ressaltou que não ficou com preguiça de mudar o destino da jovem na trama, mas ele teria que mexer em uns 30 capítulos já entregues para a Globo e isso afetaria a produção.

    Veja Também

      Mostrar mais