A notícia do  teste positivo de Jair Bolsonaro para Covid-19 foi um dos principais assuntos da última terça-feira (7), porém o "Jornal Nacional" decidiu não exibir o anúncio do presidente e apenas repercutiu as falas dele. Essa decisão pode ter sido tomada pelo fato de Bolsonaro ter feito o comunicado apenas para a TV Brasil, emissora pública, CNN e Record, excluindo outros veículos de comunicação.

Bolsonaro William Bonner
Reprodução/TV Globo/CNN
Jornal Nacional não exibe comunicado de Bolsonaro

Por ser um assunto de interesse público, era esperado que o presidente fizesse o anúncio de uma forma mais organizada. "O presidente Jair Bolsonaro confirmou hoje que contraiu o novo coronavírus. Ele fez o anúncio para a TV estatal e outras duas emissoras. Nenhum dos demais órgãos de imprensa foi convidado", explicou William Bonner ao vivo. 

Renata Vasconcellos criticou algumas falas de Bolsonaro sobre a Covid-19. "Bolsonaro não apresentou nenhum dado para amparar a afirmação de que o número de óbitos tenha aumentado por outras causas e não pelo vírus. Ele citou um aumento de casos de suicídio e de doentes que não procuram os médicos por medo de se contaminar", falou a jornalista. 

"Mais uma vez minimizando a tragédia da pandemia, o presidente disse que o coronavírus é quase como uma chuva, que vai atingir alguns e outros não", completou a jornalista. No dia seguinte, durante o Bom dia Brasil, Ana Paula Araújo citou os líderes mundiais que também contraíram a doença causada pelo novo coronavírus e completou que Bolsonaro foi o único a falar com jornalistas após o resultado positivo e a fazer o comunicado sem máscara.

    Veja Também

      Mostrar mais