A preparação para a 12ª edição de “A Fazenda” segue a todo vapor e os participantes já estão assinando os contratos com a Record TV. Além de concorrer ao prêmio de R$ 1,5 milhão, os peões recebem um cachê para entrar na casa e também recebem pelas ações de merchandising que são feitas no jogo.

Leia também: Thomaz Costa desiste de "A Fazenda" para ser cantor e assina com KondZilla

Marcos Mion, apresentador de A Fazenda
Divulgação / Record TV / Instagram
"A Fazenda 12" deve estrear em breve e contratos já estão sendo assinados


Nesta edição de “A Fazenda”,  serão 20 celebridades disputando o prêmio principal e, segundo divulgado pelo Notícias da TV, cada uma receberá R$ 70 mil de cachê e esse valor será pago em três parcelas mensais. Já as ações de merchandising garantem mais R$ 1 mil para cada participante, mas vale ressaltar que os produtos usados dentro da casa não são considerados pela Record uma ação publicitária.

Outro detalhe importante é que, para receber todo esse dinheiro, é preciso seguir as regras contratuais. Se o participante desistir do jogo ou ser expulso por agressão, assédio ou qualquer outro comportamento não aceitável, ele automaticamente rescinde o contrato e perde tudo – inclusive espaço na Record TV.

Leia também: Lucas Viana tem R$ 150 mil roubados e vai parar no "Cidade Alerta"

Ainda de acordo com o Notícias da TV, que teve acesso ao contrato dos participantes, também não é permitido fazer campanhas políticas ou comentários do gênero dentro do jogo. No documento, está escrito que o reality vai começar no dia 15 de setembro, mas a data pode sofrer alteração e a agenda dos peões deve estar livre a partir do dia 15 de agosto. Também foi reforçado que será preciso tomar todas as medidas de segurança devido a pandemia do novo coronavírus.

    Veja Também

      Mostrar mais