Alexandra Loras, ex-consulesa da França no Brasil, causou uma saia justa ao vivo na CNN nesta terça-feira (2). Ela criticou que William Waack, âncora do jornalismo da CNN, seja colocado para comentar o levante popular mundial contra o racismo.

CNN
CNN
Alexandra Loras ao vivo na CNN


Desde a morte de George Floyd por um policial branco nos EUA , manifestações antiracismo tomaram as ruas americanas e também brasileiras. Artistas e milhares de pessoas se manifestaram nesta terça-feira (2) através da iniciativa Black Out Tuesday , que encheu a timeline de fotos pretas nas redes sociais.

No mesmo dia, Alexandra Loras, convidada da CNN para comentar o movimento antirracista, criticou que o jornalista William Waack comente sobre o assunto na programação do canal por assinatura. "Quando vejo William Waack, que foi mandado embora por um episódio de racismo, e hoje ele debater tanto tempo sobre racismo. Eu acho que deveríamos também convidar negros no lugar de fala deles para debater sobre essas questões". 

Na internet, críticas já tinham sido feitas à cobertura da CNN sobre o assunto. Waack foi demitido da Globo após um comentário racista seu ser vazado e viralizar na internet. No entanto, ele comentava as manifestações antirracistas ao vivo na CNN. 


Durante sua participação, Alexandra ainda explicou a importância de especialistas com lugar de fala terem espaço para falar sobre racismo: "Dar essa pauta para as pessoas que sofrem na pele, que têm estudado esse assunto, que são ativistas militantes dessa causa."



    Veja Também

      Mostrar mais