Na última quinta-feira (12), o Ministério da Justiça decidiu reclassificar o "Encontro com Fátima Bernardes" como um programa não apropriado para menores de 10 anos. De acordo com a decisão, a atração da Globo apresentou conteúdos relacionados a assuntos como violência, bullying, insinuação sexual e consumo de drogas ilícitas, e desta forma não pode mais ser considerado de conteúdo livre para todos os públicos.

Leia também: Repórter da Record solta palavrão ao cobrir enchente; assista

Fátima Bernardes arrow-options
Reprodução Instagram
Fátima Bernardes


O ministério afirmou no Diário Oficial da União que o programa de Fátima Bernardes começou a ser observado desde o dia 23 de dezembro de 2019, pois a Coordenação de Política de Classificação Indicativa constatou conteúdo incompatível à classificação livre.

Leia também: Documentário sobre Marielle Franco, exibido na Globo, divide opiniões

No dia em questão, Ludmilla fez uma apresentação com a sua música Verdinha , que fala sobre a comercialização da maconha, o que gerou grande repercussão em cima do programa.

Leia também: Evaristo Costa alfineta Globo prestes a estrear na CNN Brasil

O documento afirma que a Globo ainda pode recorrer do decreto do ministério sobre o programa de Fátima Bernardes .

    Veja Também

      Mostrar mais