No último domingo (12), IZA foi convidada para participar do quadro Arquivo Confidencial do "Domingão do Faustão". À ocasião, a  cantora se emocionou com o pedido de desculpas do pai, que não via há dois anos. Ela também aproveitou para falar sobre racismo e representatividade.

Leia também: Iza revela que tinha vergonha de cantar e se apresentava em casamentos

IZA
Divulgação / TV Globo
IZA

Leia também: Bebê a caminho? Iza fala sobre sonho de ter "uma grande família"

"Hoje considero que estou numa posição muito privilegiada. Eu ia para o meu trabalho, como muitas mulheres, era cantada na rua. Sempre passando por coisas e, por conta da minha profissão, as questões de preconceito ficam veladas, mas não somem. Elas têm aquele receio de se expressar como gostariam de se expressar. Tudo isso não significa que o racismo acabou, estamos caminhando. A gente precisa se ver nos lugares para estar onde a gente quer estar", disse IZA a Faustão

Você viu?





    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários