Tamanho do texto

Entrevista com Roberto Cabrini faz parte da comemoração de 10 anos do "Conexão Repórter"; Preso atualmente, ele confessou inúmeros crimes

Nesta segunda-feira (09), vai ao ar no SBT mais uma edição de "Conexão Repórter - 10 anos". Comandado por Roberto Cabrini, o programa traz uma entrevista Fernandinho Beira-Mar.

Leia também: Maisa é entrevistada por Roberto Cabrini e relembra sua trajetória no SBT

Roberto Cabrini arrow-options
Divulgação
Roberto Cabrini e Fernandinho Beira-Mar

Preso atualmente próximo à floresta aonde foi descoberto em seus dias com a guerrilha, o “Senhor do Tráfico” concedeu uma entrevista ao programa televisivo. Nascido Luís Fernando da Costa, ele adotou o nome de Fernandinho Beira-Mar , um nome emblemático, temido e respeitado no mundo do crime.

Leia também: Roberto Cabrini entrevista ex-diplomata acusado de agredir atriz da Record

Audacioso, implacável e, por vezes, cruel, avesso à hipocrisia, ele se descreveu à reportagem do SBT como alguém que paga pelo que fez. O entrevistado também admitiu uma lista de crimes que incluem execuções sumárias, afirmando que também paga pelo que não fez.

Roberto Cabrini arrow-options
Divulgação
Roberto Cabrini e Fernandinho Beira-Mar

Leia também: Bruna Surfistinha reavalia trajetória em entrevista a Roberto Cabrini

Durante o programa, Roberto Cabrini traça a trajetória do criminoso, que foi da baixada fluminense para o poder nos morros cariocas e, dali, para as alianças com guerrilhas na América Latina, que fizeram Fernandinho Beira-Mar dominar o tráfico do Rio de Janeiro - chegando a comercializar 70% das drogas em território brasileiro.