Tamanho do texto

Sabrina é uma das confinadas no reality e, antes da prova do fazendeiro de terça-feira (05), afirmou ter ouvido por trás do vidro xingamentos racistas

A Miss São Paulo Sabrina de Paiva afirmou ter sofrido racismo da produção da Record na noite de terça-feira (05), antes de realizar uma prova em “A Fazenda”. Assim como os outros participantes, ela aguardava sentada para a entrada ao vivo, mas se levantou para beber água.

Leia também: Phellipe Haagensen diz estar arrependido e pede desculpas a Hariany Almeida

cena de a fazenda arrow-options
Reprodução/Record TV
Sabrina durante a prova do fazendeiro, após ouvir xingamentos

Foi então que ouviu por trás do vidro “senta aí, macaco”. "Eu acho que aquilo foi para mim, de verdade. Eu era a única que estava tomando água. Estava todo mundo sentado, aí eu ouvi alguém dizer: ‘Senta aí, macaco’ e um palavrão”, disse Sabrina. Sua colega em “ A Fazenda ”, Hariany afirmou ter ouvido a mesma coisa.

Leia também: Theo Becker se exalta e diz que "A Fazenda" é uma farsa e que Mion é mentiroso

Em nota, a equipe da Miss afirmou que entrar em contato com a produção da Record e exigir esclarecimentos: “Não vamos nos calar, pela Sabrina e por todos que sofrem qualquer tipo de preconceito racial. Chega! Sabrina merece respeito”, escreveu sua equipe no Twitter.

A Record ainda não se pronunciou sobre a acusação. Sabrina ainda ganhou a disputa da semana e se tornou a nova fazendeira de “ A Fazenda ”.