Nesta sexta-feira (16) a polêmica envolvendo a herança de Betty Lago ganhou um novo capítulo. Segundo o programa "A Tarde é Sua", o testamento que a famosa foi induzida a assinar momentos antes de morrer está suspenso por uma liminar e, no dia 10 de setembro, um decisão sobre o caso será tomada. 

Leia também: Em tratamento contra câncer, Betty Lago posa para ensaio fotográfico

Betty Lago
Divulgação
Betty Lago

Durante o programa, o colunista Alessandro Lo-Bianco mostrou o despacho de uma juíza marcando uma "audiência de instrução e julgamento" para dia 10 de setembro, às 14 horas.  A decisão foi tomada após a juíza ter encontrado "inúmeros erros materiais" no testamento de Betty Lago .

Leia também: Betty Lago foi manipulada a assinar testamento em estado de confusão mental

Entre as incongruências estão a nome da progenitora da atriz e data de nascimento de Patrícia, também herdeira da artista, o que corrobora a hipótese de Betty não estar lúcida na hora em que assinou o documento. Afinal, se estivesse, teria percebido e se negado a rubricar.

O tabelião que acompanhou a assinatura também foi intimado, já que afirmou que ela estava "em perfeito juízo", o que contraria os laudos médicos, os quais constam que a artista "mal conseguia balbuciar algumas palavras, apresentando tremores nas mãos".

Leia também: Familiares e amigos dão adeus a Betty Lago

Betty Lago morreu em 2015 após lutar contra um câncer. 

    Veja Também

      Mostrar mais