Tamanho do texto

Bens da atriz estão provocando desavenças entre os herdeiros; revelações mostram que Betty teria assinado testamento momentos antes de morrer

A herança de Betty Lago, que morreu em 2015 após lutar contra um câncer, está dando o que falar. Segundo o programa "A Tarde é Sua", da RedeTV! , a atriz teria sido manipulada a assinar o testamento em seus últimos momentos de vida sob efeito de fortes medicamentos.

Leia também: Após internação, Betty Lago assiste a musical no Rio

Betty Lago arrow-options
Divulgação
Betty Lago

Ao que parece, o filho Bernardo ficou com 80% dos bens e a irmã, Patrícia, com 20%. Indignada com a discrepância, a herdeira de Betty Lago pediu correção do valor e um novo administrador de bens. Além diferença de valores, Patrícia alega que seu irmão já teria perdido um dos apartamentos em leilão por não ter pago IPTU.

Leia também: Em tratamento contra câncer, Betty Lago posa para ensaio fotográfico

Para piorar, Bernardo foi dado como morto no processo, o que foi descrito por seu advogado como um "erro de digitação" do tribunal. Enquanto isso, o advogado de Patrícia afirmou que o testamento foi manipulado, caracterizando "crime de captação dolosa", já que o documento teria sido assinado em 13 de setembro, poucas horas antes da morte da artista. 

Segundo Alessandro Lo-Bianco, colunista do programa da RedeTV! , o médico particular da família atestou dez dias antes da morte que a atriz estava "gravemente debilitada, em estado de confusão mental". Ele ainda afirmou que que o cartório está sendo processado porque um tabelião esteve presente no apartamento na data da assinatura do testamento, feita no dia da morte, que foi colocada como sendo de dois dias antes. 

Leia também: Familiares e amigos dão adeus a Betty Lago

As revelações polemizam a morte de Betty Lago , que, ao que parece, pode ter morrido sem saber o que estava assinando.