Tamanho do texto

Globo fez uma reportagem na barraca de bolos de Dona Maria e, depois que a equipe saiu do local, o celular da comerciante foi roubado no local; entenda

Durante uma reportagem do "Bom Dia SP" na manhã desta quinta (09) a equipe da Globo foi até a barraca de Dona Maria, em Artur Alvim, zona leste de São Paulo. Ela  já havia participado do telejornal no dia anterior para fazer um jogo da Mega Sena, mas não ganhou os R$ 170 milhões.

Leia também: Gloria Vanique faz confissão ao vivo e leva "bronca" de Bocardi

Matéria do
Reprodução/Globo
Senhora é assaltada após "Bom dia SP" e faz apelo ao vivo


Na edição de hoje, a equipe do " Bom Dia SP" voltou até a barraca de bolos e  café de Dona Maria e voltaram a falar sobre o a Mega Sena, que agora está acumulada em R$ 275 milhões. Cheio de bom humor, a senhora disse que participar do jornal fez com que suas vendas aumentassem.

Leia também: Gloria Vanique consegue documento do filho e responde brincadeira de Bocardi

Rodrigo Bocardi , apresentador do jornal da Globo , contou que depois da primeira participação de Dona Maria, ela acabou sendo assaltada e levaram o celular dela. "Ela nem quis aproveitar o espaço para falar sobre isso, mas eu quero [...] Eu garanto o bolão de hoje [da Mega Sena], garanti o de ontem, a gente vai junto nessa", disse o jornalista. "Agora segurança, eu não posso garantir. E quem tem que garantir a segurança é o estado, para todo mundo, para todo cidadão", completou.

Rodrigo Bocardi
Reprodução/Globo
Rodrigo Bocardi, apresentador do "Bom Dia SP"


"Então fica aí a indignação geral para todo mundo, para saber que tem gente ruim mesmo, que vai lá tirar do outro, de quem tem pouco ou de quem tem um coração enorme. Vai lá e tira, se beneficia. [...] em que ter a segurança para todo mundo", pontuou Rodrigo Bocardi.

Leia também: Ao vivo, Globo falha e internautas veem truque no "Jornal Nacional"

"Eu faço um apelo muito grande, que aquele moço que eu dei o café de graça, se foi ele que levou meu celular, para quem ele for vender meu celular, pode trazer de volta que com os meus bolinhos que eu vendo eu vou agradecer só porque vou ter um telefone que não vou conseguir recuperar, que é do meu filho que está internado lá em Sete Lagoas", disse Dona Maria quase chorando no " Bom Dia SP ".