Tamanho do texto

Emissora sofre baixas no fim do ano e começo de 2019, mas pode usar momento como oportunidade para repensar sua programação

A Record TV está tendo um fim de ano agitado, e tudo indica que 2019 seguirá a mesma linha. Com o fim do contrato de Fábio Porchat e a licença-maternidade de Sabrina Sato , nada está definido na emissora.

Record TV passa pro mudanças com apresentadores e tem chance de se renovar em 2019
Divulgação
Record TV passa pro mudanças com apresentadores e tem chance de se renovar em 2019

Nenhum nome foi cogitado para substituir Porchat, que sai da Record TV depois de divergências com a linha editorial tomadas após as eleições presidenciais. No entanto, Marcos Mion está em alta após assumir “A Fazenda” e poderia garantir um nome já experiente na casa para a atração.

Leia também: Com futuro indefinido, Fábio Porchat nega boatos de brigas com a  Record TV

O talk-show, embora brigue pela audiência na madrugada, sofre com a falta de nomes para participar. Sem acesso aos nomes da Globo, o programa fica limitado aos artistas da própria emissora e subcelebridades. Ainda assim, Mion seria um bom nome para assumir essa posição, ainda mais depois da boa recepção desde que assumiu o reality.

Sabrina Sato também fará o canal se movimentar, porém não por muito tempo já que até o carnaval em março de 2019 ela já deve estar de volta. Mas a gravidez da artista e a consequente licença-maternidade deixarão um buraco a ser preenchido. Ela tem gravado episódios da atração para deixar na gaveta após o nascimento de sua primeira filha, porém nos bastidores já dão como certo o fim da atração, embora a emissora não confirme a informação.

Leia também: Quais os possíveis destinos de Fábio Porchat  após saída da Record

Apesar de Sabrina ser um sucesso na casa, seu programa não consegue superar a audiência do SBT e fica, inclusive, flutuando no horário em que vai ao ar. Enquanto isso, Ticiane Pinheiro tem elevado seu status e vai comandar uma atração solo. Por que a Record ainda tem medo de arriscar, ela assume um programa já existente, o “Troca de Família”, mas tem potencial para ser mais. Seria uma boa chance para colocá-la no lugar de Sabrina temporariamente e, quem sabe, transformá-la em uma Ana Furtado do canal.  

Mau uso dos talentos na Record TV

Gugu é um dos nomes mal aproveitados pela Record TV
Divulgação/Record
Gugu é um dos nomes mal aproveitados pela Record TV

A Record investiu em ótimos nomes e reuniu um casting excelente, tanto na dramaturgia quanto no entretenimento. Mas eles não sabem aproveitá-los e insistem em uma programação datada e antiquada. Assim, Gugu Liberato perdeu espaço, assim como Xuxa e agora Porchat. Todos esses nomes são atrativos e fortes, mas a emissora tem medo de ousar, além de ter as atrações submetida à Igreja, o que gera entraves.

Leia também: Por que a Record não consegue alcançar a Globo?

TV é hábito, e a emissora não consegue criar os seus. Nessa dança das cadeiras, o que é positivo para Mion e Pinheiro, deixa de lado bons nomes que poderiam fazer algo novo no canal. Com essas mudanças puxadas por Porchat e Sabrina, é uma boa oportunidade para a Record TV repensar suas estratégias e dar um “upgrade” na programação.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.