Tamanho do texto

A última vez que a emissora colocou 100 pessoas ocupando o mesmo ambiente foi um desastre total. Será que com “Canta Comigo” será diferente?

Nesta quarta-feira (18) estreia na Record “ Canta Comigo ”, reality musical apresentado por Gugu Liberato. Para se diferenciar de outros programas no mesmo formato, a emissora apostou em uma adaptação do britânico “All Together Now”.

Record TV/Antonio Chahestian
"Canta Comigo" estreia na Record na próxima quarta-feira com 100 jurados e sob o comando de Gugu Liberato

Os artistas se apresentam para uma plateia e um corpo de jurados, assim como outros do mesmo estilo. A diferença do programa da Record ? O “Canta Comigo” conta com 100 jurados que compõe um imenso painel colorido que mostra se eles apreciaram ou não um artista ao ficar em pé.

Leia também: Record divulga primeiras novidades do novo reality de Gugu Liberato

Um é pouco, dois é bom, 100 é demais

A última vez que a Record colocou 100 pessoas no mesmo espaço foi no também reality show “A Casa”, apresentado por Marcos Mion em 2017 e fracasso total. A atração consistia em confinar 100 pessoas em uma casa projetada para acolher quatro.

Não é preciso dizer que o resultado foi caótico, com pessoas passando mal, sem conseguir dormir, brigando constantemente. Além disso, era impossível criar qualquer afinidade com algum participante e o resultado foi uma audiência na média dos quatro pontos e uma possível segunda temporada suspensa.

Gugu Liberato é um dos trunfos de
Record TV/Antonio Chahestian
Gugu Liberato é um dos trunfos de "Canta Comigo"

Agora, a centena volta a aparecer na emissora, porém com uma estrutura aparentemente maior. Gugu chegou a declarar que esse é o maior estúdio que já trabalhou em sua carreira e, de fato, a Record investiu no visual da nova produção.

Leia também: Estreia de "SóTocaTop" leva internet à loucura; confira a repercussão

Os 100 nomes também não são anônimos e alguns devem render, no mínimo, bons momentos, como Pepê e Neném e Sula Miranda. Outros devem conquistar pelo fator nostalgia, como a ex-VJ da MTV Penélope Nova e o ex-cantor Felipe Dylon. Um cover de Elvis Presley, Leandro do KLB, a ex-paquita Sorvetão e Salgadinho também são alguns destaques entre os numerosos jurados, que escolherão um vencedor para levar o prêmio de R$ 300 mil.

O investimento da Record

Record TV/Antonio Chahestian
"Canta Comigo" vai repetir o fiasco de "A Casa" ou vai conseguir se superar?

Ao contrário da estrutura simples e mal feita de “A Casa”, “Canta Comigo” tem em sua vantagem uma produção bem feita. A grande atração do programa não é a bancada de jurados, mas sim o grande painel de 150 m² que eles formam e que ocupa boa parte do estúdio.

Além disso, os participantes que se apresentarão semanalmente devem mostrar seu talento, o que pode surpreender positivamente, já que o público tem por quem torcer. Cem é demais, mas a Record se apoia também no carisma de Gugu e nos personagens escondidos no meio de tantos jurados.

Leia também: Por que a Record não consegue alcançar a Globo?

 “Canta Comigo” é uma tentativa arriscada da Record , considerando a coincidência do número com um fracasso recente da emissora. Mas, caso dê certo, pode dar trabalho para a concorrente Globo, que estreou também nessa semana seu reality, “The Voice”.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.