Tamanho do texto

O jornalista creditou o aumento do combustível aos subsídios que os últimos governos deram para a compra de caminhões no país; confira o que rolou

Alexandre Garcia foi alvo de polêmica mais uma vez na manhã desta segunda-feira (28) após tecer comentários sobre a greve dos caminhoneiros no “ Bom Dia Brasil ”. De acordo com o jornalista o país “está com caminhão demais e trem de menos”, tendo como resultado o desabastecimento nas cidades.  

Alexandre Garcia é alvo de polêmicas depois de comentário no
Reprodução
Alexandre Garcia é alvo de polêmicas depois de comentário no "Bom Dia Brasil"

Leia também: Parou tudo! Celebridades repercutem greve dos caminhoneiros nas redes sociais

Entretanto, o que deu o que falar foi a sua crítica ao governo. Segundo ele, o preço do combustível ficou caro por conta do subsídio que foi dado para a compra de caminhões nos últimos anos. Em discurso, Alexandre Garcia comentou que o número de caminhões nas rodovias cresceu por conta desta medida e, consequentemente, “não há frete que aguente e o preço do combustível subiu”.

Leia também: Rachel Sheherazade vê "oportunismo" em greve e é atacada nas redes sociais

O comentário deu o que falar nas redes sociais e vários usuários criticaram a opinião do jornalista, apontando que ele estaria fazendo uma perseguição ao governo de Lula e de Dilma, responsáveis pela medida mencionada.

No twitter, diversos usuários se posicionaram a respeito da lógica do jornalista e o caso acabou chegando nos tópicos mais comentados do dia. Confira repercussão:




Alexandre Garcia e polêmicas

O jornalista Alexandre Garcia já se envolveu em diversas polêmicas no passado
Reprodução
O jornalista Alexandre Garcia já se envolveu em diversas polêmicas no passado

Esta não é a primeira vez que o jornalista chama atenção nas redes sociais. Garcia já foi alvo de diversas polêmicas anteriormente, seja pelos seus comentários na televisão ou até mesmo as suas publicações no próprio twitter.

Em setembro do ano passado, por exemplo, Garcia relatou ter sido vítima da ex-presidente Dilma Rousseff durante a ditadura militar. O tweet veio em resposta a um anterior, que dizia que “Dilma foi presa durante o regime militar, por sequestro e assalto a bancos”.

Leia também: Ex- BBB Nayara comenta greve dos caminhoneiros: "é legítima"

Alexandre Garcia, por sua vez, resolveu participar da conversa e escreveu: “Fui uma das vítimas. 18.3.1970,Banco do Brasil Viamão. Vanguarda Armada Revolucionária, aos gritos de “Viva Che Guevara”. Estudava na PUC/RS”, contou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.