Tamanho do texto

Band reformula sua grade de programação e entra na guerra de audiência com nomes como Marcos Mion, Amaury Jr. e Cátia Fonseca

A Band decidiu abrir mão do “ Pânico ” em 2017, o que não significa que a emissora não está pensando no seu futuro. Pelo contrário, as últimas decisões tomadas pelo canal mostram que eles devem vir fortes em 2018, prontos para a batalha com a Record . Deixar o “Pânico”, inclusive, é uma decisão acertada. O programa não dá a mesma audiência de antigamente, e deixou de tentar servir entretenimento, apostando apenas no conteúdo apelativo.

Leia também: Sondado pela Band, Amaury Jr. é novo nome alvo de especulações na TV brasileira

Com contrato com a Record mas sem programa para 2018, Marcos Mion pode acertar com a Band
Reprodução/Instagram
Com contrato com a Record mas sem programa para 2018, Marcos Mion pode acertar com a Band

Se eles deixaram de apostar no programa de Emílio Surita, eles vêm buscando nomes de peso na concorrência. O mais recente seria Marcos Mion que, de acordo com o colunista Leo Dias, foi visto no prédio da Band em São Paulo. Mion perdeu seu programa na Record e, por enquanto, tem apenas o trabalho como apresentador da segunda temporada de “A casa” confirmado. Tanto a Record quanto ele confirmam que ele segue no canal em 2018, quando a emissora pretende investir em conteúdos voltados para a internet. Mas, nada impede o apresentador de cravar um novo semanal em outro canal.

Leia também: Ida de Catia Fonseca para Band tem desmentido e controvérsia na internet

Sem novelas, mas no páreo

Mion, porém, não foi o primeiro nome que a Band procurou. A emissora já tem investido em outros artistas para ampliar seu leque de atrações em 2018. Atualmente, o maior sucesso da emissora é o “ MasterChef ” e suas vertentes, mas no próximo ano a Band vem com sede para incomodar a Record e o SBT . Sem conseguir competir na teledramaturgia (o canal tem certo sucesso com as “enlatadas” turcas, mas não é páreo para as nacionais), a Band quer competir em outras áreas: a de variedades. Hoje, quem ocupa o maior horário da grade, entre 16h e 19h é o jornalista Datena. Antes disso os jornalísticos esportivos ganham certo destaque e, após o Datena o único respiro da emissora vem com “MasterChef”, que entra no ar bem tarde.

Para mudar esse cenário, a primeira contratação acertada foi a de Amaury Jr.  na Rede TV! desde 2002, o colunista social trocou de casa e levou consigo muitos anunciantes. Lá, deve apresentar um programa nos moldes de “Amaury Jr. Show”, com entrevistas e participação em festas da alta sociedade.

Logo em seguida, Cátia Fonseca assinou com o canal, depois de negar as negociações. Antes na Gazeta, Cátia deve comandar uma atração pensada para o fim das manhãs, como o “Encontro com Fátima Bernardes” na Globo e o “Hoje em Dia”, na Record. Especula-se que o programa terá outros integrantes como a ex-Rebelde Mel Fronckowiak e o ex-MasterChef Raul Lemos, deixando a atração mais dinâmica.

Cátia Fonseca participou od programa de Amaury Jr. na Rede TV! Agora, os dois são contratados da Band
Divulgação
Cátia Fonseca participou od programa de Amaury Jr. na Rede TV! Agora, os dois são contratados da Band

Com as manhãs para Cátia e as noites para Amaury, Marcos Mion parece uma boa possibilidade para os fins de semana. Seja no sábado ou no domingo, ele pode bater de frente com Sabrina Sato, Rodrigo Faro, e até mesmo Eliana.

Assim, a Band mostra que tem investido em uma programação nova para 2018. As mudanças devem aproximar a emissora do Morumbi das concorrentes Record e SBT. Atualmente a quarta no Ibope, o canal mostrou que cansou e decidiu entrar na briga. Quem ganha é o público, que fica com mais opções na TV.

Leia também: Briga de foice! Os campeões de audiência fora da Globo estão na Record e no SBT

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.