Tamanho do texto

Quem acompanha as tramas brasileiras sabe que as coisas se repetem em cada uma delas, como por exemplo, os casamentos nos últimos capítulos

É praticamente impossível assistir a uma novela brasileira e não perceber que tudo aquilo que está diante de nossos olhos já apareceu anteriormente em outras tramas, em outros tempos, com outros personagens e com algumas - poucas - alterações. Tão poucas, que, conforme a história vai sendo contada, conseguimos adivinhar absolutamente tudo que vai acontecer nela.

Leia também: Trama internacional: Relembre novelas da Rede Globo gravadas no exterior

Quais são os maiores clichês das novelas brasileiras? Veja a lista com dez exemplos
Reprodução/Globo
Quais são os maiores clichês das novelas brasileiras? Veja a lista com dez exemplos


Com raras exceções, as novelas seguem roteiros praticamente iguais uns aos outros: o mocinho e a mocinha se apaixonam, brigam a novela toda e no fim, adivinha? Se casam. Além disso, tem um vilão recalcado que se mata ou é preso no último capítulo, mas pode ser também que ele se arrependa de tudo de ruim que fez aos protagonistas e até enlouqueça por isso. 

Leia também: Glória Perez acerta com novos personagens e "A Força do Querer" ganha fôlego

Está achando que isso é um déjà vu? Não, não é, e para te provar isso, separamos uma lista com os maiores clichês das teledramaturgias brasileiras e ainda vamos dar seus exemplos. Veja:

Amor à primeira vista

Alguém já reparou que duas pessoas se apaixonam loucamente apenas se olhando? Isso normalmente acontece nos primeiros capítulos, quando o mocinho olha para a mocinha e começa a tocar uma música romântica de fundo. É batata: o amor está no ar. Quer exemplos? Temos vários e, inclusive, recentes e atuais.

Ruy apaixonou-se perdidamente por Ritinha apenas olhando a moça nadar com os botos em
Reprodução/Globo
Ruy apaixonou-se perdidamente por Ritinha apenas olhando a moça nadar com os botos em "A Força do Querer"


Em "A Força do Querer", Ruy (Fiuk) observou Ritinha (Isis Valverde) nadando com os botos em Parazinho e ficou encantado com a sereia, que mais tarde virou o amor da sua vida.

Outro exemplo que com certeza todo mundo lembra é de Jade (Giovanna Antonelli) e Lucas (Murilo Benício), protagonistas de "O Clone". O brasileiro flagrou a muçulmana dançando a dança do ventre e os dois se apaixonaram completamente um pelo outro apenas com olhares.

Também podemos citar Isabela (Alice Wegmann) e Tiago (Humberto Carrão), que se apaixonaram de uma hora para outra em "A Lei do Amor" depois de trocarem alguns olhares. Nesse caso, os pombinhos não terminaram juntos.

Golpe do baú

Sempre tem uma mulher que finge uma gravidez para segurar o homem amado. Elas forjam um exame e sempre dão uma desculpa quando pedem para ver o ultrassom do bebê. No fim, ou elas são desmascaradas ou sofreram um aborto, tadinhas, né?

Em
Reprodução/Globo
Em "Rock Story", Diana resolveu dar o golpe do baú em Gui, mas muitos personagens têm a mesma ideia


Diana, personagem de Alinne Moraes em "Rock Story" é um caso. Ela está enganando todo mundo, mas sua vítima, Gui (Vladimir Brichta) não abriu mão de Júlia (Nathalia Dill), mesmo acreditando que terá mais um filho com a vilã.

Já em "Alma Gêmea", de 2005, o plano deu muito certo para Cristina (Flávia Alessandra) e foi assim que ela conseguiu casar-se com Rafael, personagem de Eduardo Moscovis.

Passagem do tempo

As famosas passagens do tempo nas novelas também acabaram tornando-se um bom e velho clichê. Em quase todas as tramas o tempo dá um pulo, inclusive na atual novela das nove da Rede Globo a tática foi usada.

Reprodução/Globo
"Senhora do Destino" mostrou a passagem do tempo e a trama girou em torno do passado


Outros exemplos são "Senhora do Destino", de Aguinaldo Silva, "Em Família", de Manoel Carlos, "Além do Tempo", de Elizabeth Jhin, entre outras. O problema é que com essa passagem, alguns erros podem ser observados ao longo dos folhetins.

O par romântico só fica junto no fim da trama

Tudo o que o público quer ver é o mocinho e a mocinha juntos, mas a grande realidade é que o desejo dos telespectadores só acontece no final da novela. Por que isso? Os pombinhos até namoram durante a novela, mas rapidinho separam-se por algum motivo.

Os casais costumam brigar a novela toda e só no fim ficam juntos
Reprodução/Globo
Os casais costumam brigar a novela toda e só no fim ficam juntos


Nas últimas novelas podemos perceber isso. Helô (Cláudia Abreu) e Pedro (Reynaldo Gianecchini) ficaram enfim juntos na reta final de "A Lei do Amor". Em "Velho Chico", Tereza (Camila Pitanga) e Santo (Domingos Montagner) também batalharam bastante até o dia do casamento (no último capítulo). E, antes disso, a "Regra do Jogo" só mostrou Tóia (Vanessa Giácomo) e Juliano (Cauã Reymond) juntos no desfecho final.

"Quem matou fulano?"

O que também vem tomando conta das tramas é o infalível "Quem matou fulado?". Normalmente o assassino é conhecido no último capítulo e gera grande repercussão.

Outro clichê das novelas é o
Reprodução/Globo
Outro clichê das novelas é o "Quem matou fulano", presente em muitos folhetins brasileiros


Em "Vale Tudo", a vilã Odete Roitman (Beatriz Segal) foi assassinada na véspera do Natal e durante 13 dias só se falava nisso? Quem matou Odete Roitman? Leila, interpretada por Cássia Kiss, matou a vilã sem querer, achando se tratar de Maria de Fátima (Glória Pires), amante de seu marido, Marco Aurélio (Reginaldo Faria).

Já em 2004, "Celebridade" só revelou o responsável pelo assassinato de Lineu Vasconcelos (Hugo Carvana) no último capítulo. O tiro veio de Laura (Cláudia Abreu).

Quer mais um caso? Saulo (Werner Schünemann) foi encontrado todo ensanguentado, nu em um motel e o mistério ficou no ar na novela "Passione". A assassina? Clara (Mariana Ximenes), que matou o vilão a facadas e conseguiu fugir da cena do crime.

A Piriguete

A teledramaturgia vem apostando nas piriguetes, tanto, que elas também entraram nos clichês. Vale lembrar que nem sempre elas são vilãs e algumas até têm um bom coração.

Bruna Marquezine foi a piriguete Lurdinha em
Divulgação/ TV Globo
Bruna Marquezine foi a piriguete Lurdinha em "Salve Jorge" e esbanjou sensualidade


A Suelen (Isis Valverde) de "Avenida Brasil" é um exemplo disso. Ela não fazia mal a ninguém, só queria namorar um jogador de futebol e no fim conseguiu engatar um romance com dois em um triângulo amoroso com Roni (Daniel Rocha) e Leandro (Thiago Martins).

Quem também deixou os marmanjos babando com suas roupas curtinhas e dançando funk da laje do Complexo do Alemão foi Lurdinha, personagem de Bruna Marquezine, que fez grande sucesso em "Salve Jorge", de Glória Perez.

Leia também: Qual a maior ninfeta de novelas da Globo? Nosso quiz ajuda a revelar a resposta

Tem também as duas piriguetes mais inesquecíveis da TV: Darnele (Deborah Secco) e Charlene (Juliana Paes), que faziam de tudo pelo dinheiro e pela fama no sucesso de "Celebridade". Quem aí lembra dessa dupla?

Personagens impecáveis

Nessa caso não é preciso citar exemplos, afinal, os personagens das tramas, sem exceção, estão sempre bonitos, elegantes e maquiados. Afinal, quem fica de salto alto em casa? Quem vai dormir completamente maquiada? Quem acorda com o cabelo impecável?

Mesmo em casa os personagens sempre estão bonitos e elegantes
Reprodução/Globo
Mesmo em casa os personagens sempre estão bonitos e elegantes


Bordões

Os personagens, principalmente os vilões (mas não é exclusividade deles), acabam tendo um bordão que acaba sendo bem aceito pelos telespectadores e ficam na boca do povo.

Giovanni Improta foi um grande sucesso em
TV Globo
Giovanni Improta foi um grande sucesso em "Senhora do Destino" e o seu bodão "felomenal" ficou para a história


Quem não se lembra do "Felomenal" de Giovanni Improtta (José Wilker), personagem divertido de "Senhora do Destino"? Ou então o "Arder no mármore do inferno" de Tio Ali, Zoraide e Nazida do grande sucesso de "O Clone"?

Já falando de vilões, quem não se lembra de Nazaré Tedesco (Renata Sorrah), também de "Senhora do Destino" e os seus "Flageladinhos"?

Leia também: Mág humilhada em “A Lei do Amor”: reveja outras vilãs que sofreram em novelas

Exames de DNA

Esses exames estão presentes em muitas tramas, é só alguém engravidar que já resolvem fazer o teste paternidade e, mais do que isso, eles sempre conseguem falsificar o resultado.

Cora foi uma das vilãs que conseguiram falsificar um exame de DNA
GLOBO/Alex Carvalho
Cora foi uma das vilãs que conseguiram falsificar um exame de DNA


Em "Império",  Cora (Drica Moraes) pediu para  Severo (Tato Gabus Mendes) usou os cabelos de Maria Ísis (Marina Ruy Barbosa) em nome de Cristina (Leandra Leal) para fazer um exame na moça e adivinha? Deu certo.

Em "Malhação" de 2014/2015, mais uma falsificação. Dessa vez Lobão (Marcelo Faria) fez de tudo para que achassem que Karina (Isabella Santoni) fosse sua filha. O plano também deu certo, mas depois a máscara do vilão caiu.

Casamento no último capítulo

Esse pode ser considerado o maior clichê das novelas: o casamento no último capítulo. Com certeza você já reparou que os personagens, sejam eles protagonistas ou não, sempre se casam no desfecho final da trama e os exemplos para esse tópico são muitos.

O maior clichê de todos é o casamento que acontece sempre no último capítulo das novela
Reprodução/Globo
O maior clichê de todos é o casamento que acontece sempre no último capítulo das novela


No final de "Velho Chico",  Tereza (Camila Pitanga) e Santo (Domingos Montagner) se casaram depois de enfrentarem diversos obstáculos para ficarem juntos, inclusive a rivalidade entre a família dos dois e as maldades de seus inimigos.

Além dos casamentos tradicionais, algumas novelas mostram o casamento duplo, que acabou virando moda. Um exemplo é de Jorge (Mateus Solano) e Ariane (Christine Fernandes) e Ellen (Daniele Suzuki) e Ricardo (Max Fercondini). 

Além dessas, muitas outras novelas se encerraram com um casamento. É o caso de "Sol Nascente", "A Lei do Amor" e até mesmo "Malhação", que acabou recentemente.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.