Tamanho do texto

“Pega Pega” ainda não emplacou na história, mas mantém boa audiência. Será que os personagens ajudam ou atrapalham nisso?

“Pega Pega” ainda não emplacou. A novela de estreia de Claudia Souto tem uma boa premissa, e audência estável, mas alguns arcos ainda não engataram nem conquistaram o público. Outros, porém, já tem muitos fãs e acabam ganhando mais destaque. Depois do roubo do Carioca Palace , tanto a investigação, quanto a relação do casal principal não avança, dando espaço para outras histórias. Com pouco mais de um mês no ar, listamos os melhores e piores personagens até agora:

Leia também: “Pega Pega” vai falar de ética da perspectiva das pessoas comuns, diz autora

Os piores personagens:

Eric

Eric não convence como mocinho e é um personagem sem graça em
Divulgação/TV Globo
Eric não convence como mocinho e é um personagem sem graça em "Pega Pega"

Que Mateus Solano é um ótimo ator não há dúvidas. Mas seu personagem em “ Pega Pega ” só não é mais chato por que não dá. Ele não é carismático o suficiente para ser bonzinho, nem arrogante o suficiente para ser vilão. A química com Luíza ( Camila Queiroz ) não bate, e ele diz amar a filha mas sempre se mostra indiferente quando está com ela. Sabe dos sentimentos de Maria Pia (Mariana Santos), mas não ata e nem desata com a amiga. Eric deveria ser o protagonista, mas só ocupa espaço.

Leia também: Klebber Toledo e Camila Queiroz estão noivos: "Ela disse sim"

Luiza

Luíza também não é interessante e o romance com Eric não tem química
Divulgação/TV Globo
Luíza também não é interessante e o romance com Eric não tem química

A típica “filhinha do vovô”, Luíza pelo menos não é do tipo mimada. Mas a personagem cai no mesmo desequilíbrio de Eric: é sem graça e não tem personalidade forte ou nenhum traço de destaque. “Sem sal”, é a parte mais fraca de todas as tramas ao seu redor, seja do hotel, do tio ou do namorado.

O ladrão arrependido

Júlio se arrependeu do crime, mas é influenciado por todos na novela
Divulgação/TV Globo
Júlio se arrependeu do crime, mas é influenciado por todos na novela

Júlio ( Thiago Martins ) é o típico bom moço. Acabou se envolvendo no roubo justamente para ajudar as tias, e não por ganância como os outros três ladrões. Trabalhador e esforçado, é um bom funcionário e um bom sobrinho. Agora, se apaixonou justamente pela policial incumbida de investigar o roubo, Antônia (Vanessa Giácomo). Porém, o jeito “bonzinho” de Júlio acaba se tornando irritante. O menino se diz arrependido e quer devolver o dinheiro a qualquer custo, mas parece não ser capaz de tomar uma decisão sozinho e é facilmente influenciado.

Evandro

Evandro deveria ter uma história misteriosa, mas não oferece muito interesse
Divulgação/TV Globo
Evandro deveria ter uma história misteriosa, mas não oferece muito interesse

O personagem de Paulinho Vilhena era para ser envolvido a muito mistérios. Casado com Mônica (Julia Lund), ele é raramente visto na vizinhança, e a esposa menos ainda. Ninguém sabe exatamente de onde o casal veio e o que fazem e um dos poucos que tem contato com Evandro é Júlio. O garçom do hotel, apesar de bobinho, desconfia do relacionamento do casal e enche Evandro de perguntas que ele, secamente, ignora. Mas, o pouco tempo na tela e os diálogos simples não prendem a curiosidade nem a vontade de desvendar o mistério que é Evandro.

Lígia

Lígia aparece pouco, mas já causou todas: traição, recalque e chatice estão na lista
Divulgação/TV Globo
Lígia aparece pouco, mas já causou todas: traição, recalque e chatice estão na lista

Lígia (Ângela Vieira) não é uma das principais personagens mas, sempre que aparece causa algum impacto. Infelizmente, não no bom sentido. A esposa de Athaíde (Reginaldo Faria) já foi pega no flagra aos beijos com outro homem, copia descaradamente os looks da madame Sabine (Irene ravache) só para chamar a atenção, e não deixa a filha Maria Pia em paz, sempre com algum comentário sobre seu peso e o que ela deveria ou não comer. Chata demais.

Os melhores personagens:

Maria Pia

Maria Pia faz a
Divulgação/TV Globo
Maria Pia faz a "Mulher apaixonada", mas está se tornando uma boa vilã

Maria Pia (Mariana Santos) sofre com a manjada história do “faço tudo por amor, mesmo sabendo que você não sente o mesmo”, mas a vilã, pelo menos, é boa. Ela tem uma relação profunda e íntima com Eric que, apesar de não se interessar por ela, a tem como uma amiga. Mas, mais que isso, eles escondem um segredo do passado, que ainda não foi desvendado, mas possivelmente diz respeito a falecida esposa do empresário.

Agora, ela está envolvida com Malagueta ( Marcelo Serrado ), um dos autores do roubo milionário do Carioca Palace. Os dois, apesar de não terem um relacionamento romântico, tem boa química e fazem uma boa dupla de vilões. Cada um com seus objetivos, eles trabalham juntos para fechar de vez o hotel de luxo.

Leia também: Estreia de “PopStar” confunde público com artistas amadores e profissionais

Os três ladrões espertos

Malagueta, Aguinaldo e Sandra Helena têm boa química como os ladrões do hotel
Divulgação/TV Globo
Malagueta, Aguinaldo e Sandra Helena têm boa química como os ladrões do hotel

Malagueta foi o responsável por bolar o plano, mas Sandra Helena ( Nanda Costa ) e Aguinaldo (João Baldasserini) logo viram no golpe uma oportunidade de levar uma vida de rico. O casal ganancioso precisou de pouco para ser convencido. Agora em poder do dinheiro, eles entram em todas as armações criadas por Malagueta para por fim na investigação do roubo. A relação entre os personagem é muito bem construída, e seu laço como os únicos que sabem da verdade funciona muito bem na tela.

Sandra Helena

Sandra helena é a mais interessante dos ladrões
Divulgação/TV Globo
Sandra helena é a mais interessante dos ladrões

Não há como negar, porém, que a mais interessante dos quatro ladrões é Sandra Helena. Namorada de Aguinaldo, ela é a mais ambiciosa, e a mais ansiosa por começar a gastar o dinheiro. Tanto que já fez algumas “comprinhas” difíceis de explicar,  como uma bolsa de grife, e uma joia cara que ela ainda perdeu enquanto arrumava um dos quartos do hotel.

Mas, para além do roubo, ela é quem tem a história mais interessante. Sua relação familiar, inclusive as desconfianças do padrasto Aníbal (Edmilson Barros) ganham destaque. Mas, o que deve causar mais preocupação para a loira é o fato de que ela já pegou o próprio cunhado. Durante uma pausa no relacionamento com Aguinaldo, Sandra aproveitou o carnaval e acabou “pegando” um rapaz no bloco. Mal sabia ela que o moço é Wanderley (Bernardo Marinho), irmão de seu namorado que, depois de anos sem se falar, volta a fazer parte de sua vida. Nanda Costa, muito bem como uma mulher esperta e independente, brilha como a camareira.

Bebeth

Bebeth é amada e odiada, mas sua personagem é incomum em novelas
Divulgação/TV Globo
Bebeth é amada e odiada, mas sua personagem é incomum em novelas

A filha de Eric, Bebeth (Valentina Herszage) divide opiniões. Há quem ame e quem odeie. Porém, ela entra na lista dos melhores personagens por alguns motivos. O primeiro dele é a ótima atuação de Valentina, em seu primeiro papel na TV. A segunda é porque Babeth é uma personagem incomum em novelas. A menina, claramente traumatizada pela morte da mãe, ainda guarda uma certa inocência. Ela é essencialmente uma boa menina, com bons valores e que só quer ser feliz Pouco impressionada pelos bens materiais do pai, ela está sempre disposta a ajudar os outros. A trama como a canguru que ganhou vida aos olhos da menina, já está chegando ao fim, e ela finalmente vai busca um tratamento psicológico adequado.  

Pedrinho

Marcos Caruso está muito bem como o
Divulgação/TV Globo
Marcos Caruso está muito bem como o "bon vivant" que perdeu tudo

Pedrinho( Marcos Caruso ) é o típico bom vivant em “ Pega Pega ”. Já trabalhou, ganhou seu dinheiro (e muito!) e estava preocupado apenas em viver no luxo com o que já tinha conquistado. Mas, os problemas financeiros em que seu hotel se encontrava já demonstravam que o avô de Luíza não sabe muito bem administrar suas finanças. Agora, ele precisa se esforçar ainda mais, reaprendendo a dar duro e deixando de lado a vida boa, já que ficou sem dinheiro nenhum.  Caruso, como sempre, está ótimo no papel do senhor vida boa, dramático até demais, que consegue demonstrar seu carinho pela neta na mesma cena em que detona uma refeição feita de bom grado, e como um favor, para ele.

Leia também: O que funciona e o que não funciona no “Fantástico”