Tamanho do texto

Em entrevista ao iG, Nasi fala sobre seu programa no Canal Brasil, novo disco do Ira! e o cenário musical atual: “a música deu ‘despacitos’ para trás”

Gente doida, uma entrevista regada a vinho, lugares e personagens inusitados. É isso que Nasi procura ter em seu programa, o “ Nasi Noite a Dentro ”. Caminhando para sua quinta temporada, que estreia nessa quinta-feira (22), Nasi busca mesclar personalidades desconhecidas e conhecidas, sempre desbravando lugares inusitados em São Paulo. O projeto começou anos atrás, quando o jornalista André Barcinski o convidou para comandar um programa “de alguém que saísse na noite”. “Não era algo que eu esperava a essa altura”, comentou o cantor em entrevista ao iG .

Leia também: Rincon Sapiência defende o engajamento no rap: "Não anula a arte"

O cantor Nasi segue a frente de
Aline Arruda
O cantor Nasi segue a frente de "Nasi Noite a Dentro", que estreia quinta temporada

Marcos Valadão Rodolfo , mais conhecido como Nasi , é um paulistano nato, e sempre demonstrou isso em suas músicas. A frente do Ira! há mais de 30 anos, Nasi (55), ao lado de Edgar Escandurra, é responsável por hinos paulistanos como “Envelheço na Cidade”. Com o programa, ele destaca a noite de uma das maiores metrópoles do mundo, mas confessa que gostaria de estender o programa para outras capitais. “Eu gostaria muito de visitar outras metrópoles com aspectos cosmopolitas, com pessoas doidas em lugares doidos. Rio de Janeiro, Porto Alegre, Belo Horizonte. Mas, nossos recursos nos restringem a capital paulista”. Mas, mesmo em São Paulo, Nasi conta que ainda tem muito a explorar.

Leia também: Jay Z anuncia novo álbum para o fim de junho

Anonimato

Reprodução/Facebook
"Um bom vinho solta a língua do entrevistado", brinca Nasi

Nasi diz que, apesar de adorar os entrevistados famosos, gostaria de conhecer mais anônimos. Ele cita um momento da primeira temporada que figura entre seus episódios favoritos: uma visita a Serra da Cantareira, onde ele entrevistou um médium que incorporou o espírito de Exu Caveira. Ele também acompanhou um casal de caça-fantasmas em um sítio em busca de atividade paranormal. O músico ainda confessa que tem tentado entrevistar uma Pomba Gira, sem sucesso por enquanto. “Se for aprovada a sexta temporada vou procurar equilibrar mais isso. Ter pelo menos um terço das pautas com esses personagens anônimos”, conta.

Nasi ressalta que não é um repórter, mas sempre procura entrevistados que o interessam. Ele confessa que já recusou algumas personalidades em seu programa pois não tinha curiosidade em conhecê-los. O primeiro episódio da nova temporada contará com a presença do ex-jogador e atual comentarista de futebol Walter Casagrande. E, para ele, o papo funciona justamente por conta da sua história, e da semelhança entre os dois. Nasi e Casagrande costumavam apresentar juntos o programa “90 Minutos” na Kiss FM. “Apesar de não ter tanto contato, desenvolvemos uma amizade e intimidade grande”, comenta sobre o colega. Na entrevista, eles dividem suas experiências com o vício em drogas , as dificuldades que abalaram suas carreiras e o cantor comenta que eles puderam ter uma conversa sincera, “sem moralismo e sem ser bobinho”.

Volta por cima

Nasi também não desviou dos assuntos que dizem respeito a sua vida pessoal, e comentou sobre os problemas que enfrentou com a família na justiça, que afetaram até sua vida profissional com o Ira!. Em 2007 seu pai, Airton Valadão Rodolfo, entrou na justiça para pedir uma interdição do músico. No mesmo período, entrou em uma briga com o irmão Airton Valadão Jr., empresário do Ira!. Entre ameaças, acusações e brigas, ele saiu da banda e se viu em um período complicado. Mas, seguiu tocando o barco, trabalhou em um disco solo, manteve seu programa no rádio e, anos depois migrou para a TV. Nasi conta que aceitar fazer o programa e se colocar como apresentador não foi realmente uma consequência da fase difícil ou uma vontade de virar a página, mas o interesse em “abrir uma nova frente” na carreira. “O programa começou final de 2011. Muita coisa já tinha se equilibrado na minha vida, apesar do Ira! não ter voltado ainda. A carreira solo estava bem estruturada , já tinha me reconciliado com o pai e o irmão”, comenta.

Papo de boteco

Com marky Ramone, um dos convidados mais ilustres de
Divulgação
Com marky Ramone, um dos convidados mais ilustres de "Nasi Noite a Dentro"

Para Nasi, o mais interessante da experiência de ser entrevistador é criar um ambiente em que os convidados fiquem a vontade para se soltar. “Uma conversa regada a vinho solta a língua do entrevistado”, brinca. Para Nasi, é só encontrar um boteco (“mas boteco mesmo!”), e sentar para um bate papo. “É legal quando rola essa sinergia”, completa.

Um momento que Nasi destaca foi a entrevista com o ídolo Marky Ramone. Ele conta que teve que segurar o lado fã para que a entrevista fosse mais interessante. Ele conta que quando os Ramones surgiram e dividiram a opinião dos fãs de punk, ele foi um grande defensor da banda. E, com um dos integrantes na sua frente, conseguiu detalhes do envolvimento de Marky com o julgamento de Phil Spector, produtor musical acusado de assassinar uma atriz.

São justamente esses momentos que intrigam e interessam Nasi. Ele ainda comenta que adoraria entrevistar Selton Mello . O ator foi responsável por sua primeira participação no Canal Brasil, quando o cantor foi convidado de seu programa “Tarja Preta”. Ele cita ainda os ex-jogadores Romário e Edmundo, e o rapper MV Bill, todos situados no Rio de Janeiro. “Seria incrível passar uns dias na Lapa”, fala, de novo reiterando o interesse de explorar novas cidades no programa.

Leia também: Cinco bandas que fracassaram e não mantiveram o nível no segundo álbum

Ira!

Ira! está em turnê mas já começou a trabalhar em novo álbum, que só deve sair no próximo ano
Reprodução/Facebook
Ira! está em turnê mas já começou a trabalhar em novo álbum, que só deve sair no próximo ano

Nasi também contou sobre os próximos passos do Ira!, que está em turnê com o projeto Ira! Folk, registrado mais cedo este ano para se tornar um DVD. Ele ainda não sabe a data exata de lançamento, mas já está no processo de mixagem. Mas não é só um DVD que está no futuro próximo do Ira! . O grupo deve entrar em estúdio para um novo álbum ainda este ano. “As músicas estão surgindo”, confessa. “Provavelmente gravamos esse ano, mas não sei quando lançaremos”, completa. Nasi fala ainda que eles já estão mostrando algumas composições ao vivo, para testar a reação do público. Se o rock clássico do Ira! vai ganhar um novo capítulo, nada mais justo que Nasi comentar sobre a música atual, certo? Rindo, o músico é sucinto em sua resposta: “a música deu ‘despacitos’ para trás”, brinca.

Leia também: Do alcoolismo à tecnologia: Dez filmes que tratam sobre os vícios