Tamanho do texto

A personagem de Paolla Oliveira em "A Força do Querer", é uma policial que combate o tráfico de drogas, pega bandidos, faz parto e ainda luta MMA

Será que a Jeiza, personagem de Paolla Oliveira em "A Força do Querer" , é a única policial do Rio de Janeiro? Pelo menos essa é a impressão que Glória Perez , autora da novela, passa. Além disso, a super-heroína combate o trafíco de drogas, as brigas em bares, pega bandidos com golpes de jiu-jitsu fora de horário de serviço e ainda faz parto.

Leia também: Paolla Oliveira rejeita rótulo de feminista e foca na palavra "igualdade"

Paolla Oliveira é Jeiza em
Reprodução/Globo
Paolla Oliveira é Jeiza em "A Força do Querer", uma policial casca grossa e pau para toda obra


Fora do batalhão, Jeiza arruma tempo para treinar MMA e é totalmente invencível dentro do octógono. Na vida pessoal? Uma mulher forte que flagrou uma traição e não derrubou uma lágrima, mais tarde conheceu Zeca ( Marco Pigossi ), um rapaz completamente machista que praticamente não aceita o jeito durão da policial, mas mesmo assim ela decide ficar com ele.


O parto de Ritinha

Na última terça-feira (30), foi ao ar a cena do parto de Ritinha (Isis Valverde). Enquanto a moça estava dando à luz dentro de um táxi, no meio da troca de tiros entre uma facção criminosa e a polícia, a super Jeiza entrou em ação: ela entrou no carro em que a sereia estava, pegou uma luvinha que ninguém sabe de onde saiu, apenas com as mãos viu que o bebê não estava na posição correta e com alguns toques encaixou a criança. Isso tudo só não foi mais rápido do que o tempo da paraense finalmente parir. 

A cena bombou nas redes sociais:












Pega bandido

A noiva de Zeca pode ser considerada uma pedra no sapato de Rubinho (Emilio Dantas) desde que ela flagrou o rapaz em um ambiente suspeito junto aos outros traficantes. Ela levou o marido de Bibi (Juliana Paes) para a delegacia, mas sem provas o delegado o dispensou.

Quem disse que a personagem de Paolla Oliveira descansou? Com a certeza de que o rapaz está envolvido no tráfico, ela quer provar a todo custo que Rubinho é um bandido e, mesmo por coincidências, o encontrou novamente. Primeiro ela foi jantar no restaurante em que o garçom trabalha e o provocou a noite toda, depois flagrou uma briga dele com a esposa em um bar. Melhor Rubinho abrir o olho, afinal, a super-heroína já reconheceu a voz do bandido em uma escuta telefônica. É muita eficiência, né?

Leia também: Emilio Dantas comemora sucesso de Rubinho e vê debate social forte em novela







Vale lembrar que Jeiza ainda é um carrasco na vida de outros bandidos também. Quem aí se lembra do dia em que ela foi assaltada e dias depois reconheceu o assaltante no meio da rua. O que ela fez? Foi pra cima dele e aplicou-lhe um mata-leão.

Machismo

O jeitão durão da policial também nunca permitiu que nenhum homem a desafiasse, até ela conhecer Zeca. O marrento (apelido que deu para o noivo), é completamente machista e é daqueles que acha que uma mulher não sabe se defender sozinha ou não pode andar na rua sem uma companhia. Mas como dizem que o amor cega as pessoas, nesse momento a loira deixa para trás todo o seu jeito e se derrete pelo amado.

A policial deixa seu jeitão durão para trás quando o assunto é Zeca, seu noivo machista
Reprodução/Globo
A policial deixa seu jeitão durão para trás quando o assunto é Zeca, seu noivo machista


Octógono

Leia também: "A beleza não pode ser um fardo, é minha aliada”, diz Paolla Oliveira

Para fechar os super poderes dela (até aqui), o MMA. Nem mesmo a vida maluca de uma policial militar a impede de treinar. Quando ela tem uma brecha, calça as luvas, veste o kimono e parte para o treino. Mais do que isso, ela sobre no obtógono e não quer nem saber quem é sua adversária, parte pra cima e sempre vence.

Em meio a vida corrida de uma policial, a loira ainda arruma tempo para treinar MMA e subir ao ringue
Reprodução/Globo
Em meio a vida corrida de uma policial, a loira ainda arruma tempo para treinar MMA e subir ao ringue


O curioso é que ela não tem nenhum tipo de preparação extra para essas lutas, como uma dieta para cortar o peso ou um treino de musculação. Mas dá para entender, não é mesmo? Afinal a Jeiza tem super poderes e não podemos duvidar de que ela é capaz de mudar o mundo.