Tamanho do texto

Tradicional evento reúne os melhores do cinema pornográfico brasileiro em uma noite cheia de irreverência, humor, tensão sexual e muita libertinagem

“Todo mundo ama pornô”. Foi essa frase que abriu a 5ª edição do Prêmio Sexy Hot, o conhecido Oscar Pornô Brasileiro. Apresentado tradicionalmente pelo ator Léo Jaime, o evento aconteceu em São Paulo e foi marcado pela presença de famosos, muita irreverência, manifestações políticas, discursos de gratidão e homenagem ao MC Catra, que morreu em decorrência de um câncer gástrico há um mês.

Leia também: Em sua 5ª edição, Prêmio Sexy Hot promete irreverência e representatividade

Vencedores de 2018 posam para tradicional foto do Prêmio Sexy Hot
Divulgação
Vencedores de 2018 posam para tradicional foto do Prêmio Sexy Hot


Sob o tema “We Love Porn”, em tradução livre “Nó Amamos Pornô”, as revelações e os integrantes veteranos da indústria do entretenimento adulto se reuniram nesta terça-feira (10) em uma noite quente e picante para prestigiar o Prêmio Sexy Hot , na cidade de São Paulo.

Leia também: Outrora revelação, Elisa Sanches busca legado em premiação do cinema pornô

Com 14 categorias no total, o evento marcou a história do cinema pornô brasileiro, consagrou artistas do ramo e elegeu as revelações do ano com humor e leveza.

Mila Spook, por exemplo, no auge de seus 29 anos, foi a recordista de nomeações da noite. Mal ela sabia que ao chegar no fim da cerimônia ela sairia como a primeira mulher a conquistar um prêmio na categoria Melhor Direção.

Dona de estilo único, discurso forte e facetas tímidas, a atriz e diretora não negou a animação: “É um orgulho estar aqui recebendo o primeiro prêmio de muitos, de estar dando voz às mulheres. Afinal, todas temos capacidade de produzir conteúdo e estar aqui é um passo para mostrar que elas também podem ir para trás das câmeras se sentirem vontade”.

Além de Melhor Direção, Mila Spook também conquistou estatuetas na categoria de Melhor Cena Homo Feminina, pelo filme “Serviço Completo” e Melhor Filme Hétero, pelo longa “[Des] Conectados”.

Pornografia e política

Nego Catra faz discurso político e fala sobre machismo ao vencer categoria no Prêmio Sexy Hot 2018
Reginaldo Junior/iG
Nego Catra faz discurso político e fala sobre machismo ao vencer categoria no Prêmio Sexy Hot 2018


Apresentando a categoria de Melhor Anal, subiu ao palco o youtuber PC Siqueira. Antes de anunciar os indicados, o comunicador situou: “Todo mundo aqui já fez anal? É importante já ir se acostumando por que daqui a pouco vai todo mundo tomar no c*”, brincou fazendo alusão ao clima fervoroso de eleições no Brasil.

Emme White faz discurso político ao vencer categoria no Prêmio Sexy Hot 2018
Reginaldo Junior/iG
Emme White faz discurso político ao vencer categoria no Prêmio Sexy Hot 2018


Emme White, consagrada como grande campeão de 2017, não possuía grandes expectativas. No entanto, a noite foi de bons momentos para artista que arrebatou duas estatuetas nas categorias Melhor Sexo Oral e Melhor Sexo Anal, pelo filme “Bruxas”. Usando um vestido longo vermelho, a estrela chamou atenção ao discursar: “Primeiramente, ele não, ele nunca!”, disse ao receber seu primeiro prêmio. “Eu gostaria de dizer que não existe anal técnico”, frisou com tom humorado levando a plateia aos risos ao receber a segunda estatueta.

Introduzida pelo próprio Léo Jaime, a categoria de Melhor Ator Hétero trouxe também uma metáfora eleitoral: “Se fossem ereções 2018, seria mais fácil de definir o voto”, comentou.

Ganhador da categoria, Nego Catra chamou atenção pelo look étnico e por demonstrar manifesto político enquanto recebia o prêmio de Melhor Ator Hétero do Sexy Hot. “Ele não, boa noite”, começou o artista que dissertou sobre machismo, evolução do homem e sobre seu futuro como palestrante.

Rainhas consolidadas!

Emme White, Elisa Sanches e Patrícia Kimberly ostentam seus troféus no Prêmio Sexy Hot 2018
Reginaldo Junior/iG
Emme White, Elisa Sanches e Patrícia Kimberly ostentam seus troféus no Prêmio Sexy Hot 2018


Patrícia Kimberly e Elisa Sanches eram, apenas atrás de Mila Spook, as artistas com maior número de nomeações, cada uma contemplada em quatro categorias. Veterana, Patty venceu três das quatro em que concorria, sendo elas Melhor Cena de Ménage, Melhor Cena de Orgia e Melhor Atriz Homo Feminina. No total, a atriz pornô agora detém 10 estatuetas da premiação. Segundo ela, a “intenção agora é dobrar o número adquirido”.

Já Elisa Sanches, que chegou como Revelação em 2017, conquistou mais dois prêmios para sua coleção. Vencedora nas categorias Melhor Dupla Penetração e Melhor Atriz Hétero, a artista sentiu-se honrada de ganhar uma das principais categorias e participar de uma edição tão importante para as mulheres. “Palavras são poucas para expressar o que sinto. Esse amor, essa realização, é o que me deixa feliz desde que fiz meu primeiro filme”.

Os famosos no Oscar Pornô

Di Ferrero ri em apresentação do Prêmio Sexy Hot 2018
Reginaldo Junior/iG
Di Ferrero ri em apresentação do Prêmio Sexy Hot 2018


Entre as celebridades que marcaram presença no evento estão o cantor Di Ferrero, a atriz Catarina Abdala (Dona Jô, “Vai Que Cola”), a drag queen Isabelita dos Patins, Nasi da banda Ira!, a funkeira Tati Quebra Barraco, a reality star Aritana Maroni, além do youtuber PC Siqueira, entre outros.

Sempre mesclando entre subidas e descidas do palco, os convidados se adaptaram bem a atmosfera, que era regada a tensão sexual, e participaram do evento com boas colocações, aparições e algumas quebras de protocolo que garantiram risadas ao público presente.

MC Catra é homenageado

Homenagem a MC Catra no Prêmio Sexy Hot conta com pérolas do cantor
Reginaldo Junior/iG
Homenagem a MC Catra no Prêmio Sexy Hot conta com pérolas do cantor


Representado por uma de suas viúvas, Silvia Catra, e dois filhos, MC FN e Juninho, MC Catra foi lembrado com suavidade e humor. Léo Jaime reviveu algumas pérolas do cantor como “seja ecológica, solte a perereca” e passou a palavra para os filhos do funkeiro. No palco, ambos agradeceram o carinho pela homenagem e demonstraram gratidão.

Nos bastidores, Silvia falou sobre a homenagem: “Eu gostei... por que ano passado ele veio, aqui é o lugar e o evento que tem tudo a ver com ele. Como ele não está, recebemos o convite, mas queria que ele estivesse”, comentou com tom emocionado.

Representatividade?

Marcos Goiano, único ator pornô gay da edição, lamenta perda no Prêmio Sexy Hot 2018
Reginaldo Junior/iG
Marcos Goiano, único ator pornô gay da edição, lamenta perda no Prêmio Sexy Hot 2018


Regada a humor, gritos políticos e muita sacanagem, o Sexy Hot 2018 contemplou apenas uma categoria dedicada aos homossexuais, a de Revelação LGBT do Ano. Entre os concorrentes estavam a atriz Dreadhot, pelo filme “5 Para 1”, Marcos Goiano, por “O Barman Caralhudo”, e Pink Skull, pelo longa-metragem “[Des]Conectados”.

Apresentado pela drag queen argentina Isabelita dos Patins, a atriz Dreadhot saiu como vitoriosa da categoria. Em euforia, ela afirmou que “o reconhecimento em tão pouco tempo é contagiante” e que “sim, apesar de sempre existir gente babaca na internet, ela se sente-se apreciada”.

Marcos Goiano, o único ator pornô gay da edição saiu em baixa. Segundo o mesmo, no momento em que estava sendo anunciado o ganhador da categoria, apenas um status podia o definir: “suando”, comentou referindo-se a sua ansiedade. Em continuidade, o artista dissertou: “Eu já esperava que isso ia acontecer. É um evento hétero, onde eu estava concorrendo com meninas e eu estava em total desvantagem. Contando que as próprias categorias LGBT esse ano não tiveram espaço”.

Sem concorrentes em categorias como Melhor Atriz Trans, Melhor Ator/Atriz Gay, Melhor Cena Homo Masculina e Melhor Cena Trans, a premiação de 2018 aconteceu com defasagem no quesito representatividade. Em prestígio aos profissionais do ramo gay, a Sexy Hot concedeu a representantes da Hot Boys, grande produtora de pornô gay brasileiro, estatuetas de honra - para que não parem de produzir conteúdo e que ano que vem possam voltar a concorrer.

Em contrapartida, a mãe de Marcos, que acompanhava o filho no evento, afirmou que conhece várias transsexuais e que muitas possuem filmes: “Eles falaram que não tiveram inscritos esse ano, mas eles não colocaram por que é um evento hétero”.

Confira abaixo a lista completa dos vencedores das 14 categorias:

MELHOR ATOR HÉTERO

NEGO CATRA

FILME: NO ÍNTIMO DO PERVERSO

SELO: FETISHBOXXX

MELHOR ATRIZ HÉTERO

ELISA SANCHES

FILME: NEGÃO DO ZAP

SELO: GOSTOSAS VÍDEO

MELHOR ATRIZ HOMO

PATRICIA KIMBERLY

FILME: GAROTAS DA VAN EM REUNIÃO DA DIRETORIA

SELO: GAROTAS DA VAN

MELHOR CENA DE DUPLA PENETRAÇÃO

ELISA SANCHES, TONY TIGRÃO E CASSIO REYS

FILME: UM FURACÃO CHAMADO ELISA

SELO: WS PRODUÇÕES

MELHOR CENA DE FETICHE

MIA LINZ E RICARDO

FILME: CABINE ERÓTICA

SELO: MANN VÍDEOS

MELHOR CENA DE MÉNAGE

PATRICIA KIMBERLY, MARCOS SAMPAIO E ROB

FILME: ENCONTRO COM OS FÃS 2

SELO: HARDBRAZIL

MELHOR CENA DE ORGIA/GANGBANG

SANDY CORTEZ, PATRICIA KIMBERLY, ALESSANDRA MARQUES, LOUPAN E TONY TIGRÃO

FILME: CARNATED 2017

SELO: HARDBRAZIL

MELHOR CENA DE SEXO ANAL

EMME WHITE E YURI

FILME: BRUXAS

SELO: XPLASTIC

MELHOR CENA DE SEXO ORAL

EMME WHITE E YURI

FILME: BRUXAS

SELO: XPLASTIC

MELHOR CENA HOMO FEMININA

FILME: SERVIÇO COMPLETO

DIREÇÃO: MAYARA MEDEIROS

SELO: FITA SAFADA

MELHOR DIRETOR

MILA SPOOK

FILME: [DES]CONECTADOS

SELO: SPOOK SHOW

MELHOR FILME HÉTERO

FILME: [DES]CONECTADOS

DIRETOR: MILA SPOOK

SELO: SPOOK SHOW

REVELAÇÃO DO ANO HÉTERO

DANNY MANCINI

FILME: SERVIÇO COMPLETO

SELO: FITA SAFADA

REVELAÇÃO DO ANO LGBT

DREADHOT

FILME: 5 PARA 1

SELO: XPLASTIC

Leia também: Ex-BBB comemora indicação inédita a "Oscar Pornô"

Após a entrega da última estatueta, os grandes protagonistas do Prêmio Sexy Hot foram convidados a subir ao palco novamente, desta vez todos juntos, para a tradicional foto com os prêmios, dando assim por encerrada a 5ª edição do Oscar Pornô Brasileiro.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.