Laura Keller, primeira campeã do 'Power Couple'
Reprodução/Instagram - 10.05.2022
Laura Keller, primeira campeã do 'Power Couple'


Laura Keller relembrou a convivência ruim que teve com Gretchen e Simony durante a primeira edição do "Power Couple". No "AUÊ", programa semanal do iG Gente, a campeã do reality comentou que viveu momentos difíceis com as artistas, principalmente nos bastidores da atração, com pressão e picuinhas.


"Elas tinham uma implicância enorme comigo. Falavam da minha voz, do meu cabelo, inventavam musiquinha para mim. Era uma coisa bem infantil", relembrou. 

Laura conta que Gretchen e Simony fizeram "um inferno" na participação dela no programa. "Era um inferno na minha vida. Não imaginava que eu iria passar o que passei, de pessoas mais experientes, mais maduras, sabe, não imaginei. Eu era uma novata, tinha 28 anos e elas já mulheres com carreira para a frente. Elas faziam pirracinha, eu não acreditava", contou. 

Ela diz que chorou e entrou em pânico. "Tudo que eu fazia era problema para elas, eu andar na casa era implicância, estar de biquíni era um problema, beijar o Jorge era um problema, respirar era um problema, foi sinistro", afirmou. 

Laura relembra que nos bastidores muita coisa aconteceu e a Record não mostrou. "Na minha edição não tinha câmera [nos bastidores]. Aconteciam coisas que eu ficava sozinha em um canto, com um baralho, jogando paciência para não esganar um lá dentro, foi difícil lá dentro", contou. 

Para a influenciadora, o que mais a marcou nos bastidores foi a "perseguição na van" quando as participantes iam para as provas. "Teve um dia que a Gretchen falou na sala que não ficaria perto de gente vagabunda e era eu. A única que me defendia era a Cris Maravilha, que era bem convicta e segura, pedia para me deixarem em paz, mas o ranço deles era que a gente ganhava as provas", afirmou. 

Veja a live completa:


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários