Filipe fez festa com 'open de maconha'
Reprodução/Instagram 30.06.2022
Filipe fez festa com 'open de maconha'

A Polícia Civil do Rio instaurou um inquérito para investigar o cantor e rapper, Filipe Cavaleiro de Macedo da Silva Faria, mais conhecido como Filipe Ret, pelo crime de tráfico de drogas, após ele oferecer um “open beck" ou "open maconha” em sua festa de aniversário, no último dia 23, no Vivo Rio, na Zona Sul da cidade.

Em imagens postadas nas redes sociais pelo próprio artista, ele segura um balde azul com o que parece ser cigarros da droga dentro.

De acordo com o delegado Marcus Amin, titular da Delegacia de Repressão a Entorpecente (DRE), as investigações têm o objetivo de apurar a possível prática de tráfico de drogas durante a festa e começaram justamente a partir de publicações que viralizaram no Instagram.

Nas postagens no perfil do cantor, outros artistas chegam a mencionar o "open maconha". "Rodízio de baseado", escreve o também rapper Patrick Silva, o PK Delas. "Baldin da alegria", diz outro cantor.

Convidados que estiveram no evento, como o surfista Pedro Scooby e o ex-jogador Ronaldo Fenômeno, devem ser intimados a depor na sede da especializada, na Cidade da Polícia, Zona Norte do Rio. A festa contou ainda com a presença de ex-BBBs Jade Picon, cantores, atores e atletas.

O crime de tráfico de drogas está previsto no artigo 33 da Lei 11.343 de 2006, que descreve diversas condutas que caracterizam o ilícito, proibindo qualquer tipo de venda, compra, produção, armazenamento, entrega ou fornecimento, mesmo que gratuito, de drogas sem autorização ou em desconformidade com a legislação pertinente.

Procurada pelo Extra, a assessoria de imprensa de Filipe Ret ainda não retornou os contatos.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários