Josué foi adotado por Sarah Poncio e Jonathan Couto
Reprodução/Instagram
Josué foi adotado por Sarah Poncio e Jonathan Couto


Josué, que estava em processo de adoção pelo casal Jonathan Couto e Sarah Poncio, vai voltar para a mãe biológica. Segundo o perfil 'Caso Família', que cobre os bastidores da família Poncio , a mãe biológica alega estar mal psicologicamente e pediu na Justiça para que Josué voltasse para casa. Ela recebeu a guarda concedida por um juiz. 

A criança foi adotada no início do ano passado pelo casal, após descobrirem pela babá da família a história de uma criança que passava por necessidades. Josué foi levado para a mansão dos Poncio e morava lá desde então. A página diz que a criança irá voltar para a casa da mãe biológica na próxima semana. 

Pelos stories, a família se pronunciou com vídeos. Sarah publicou um vídeo de Josué a chamando de mãe em janeiro de 2020 e outro com ela brincando de bater palmas com ele.

Leia Também

Saulo Poncio publicou um story preto e branco com 'o fim' escrito em inglês com um emoji triste e um coração quebrado. A esposa de Saulo, Gabi Brandt, publicou diversas fotos e vídeos de Josué brincando com os filhos dela. 

Em nota, a assessoria diz que a família biológica de Josué interrompeu o processo de adoção, iniciado por Sarah. "Ao tomar conhecimento dos fatos, a família Poncio se encontrou em uma situação onde nenhuma família deveria vivenciar: a perda irreparável de uma criança", diz a nota. 

Leia Também

A família diz que Sarah se conectou com Josué e que "a decisão de adotar Josué foi baseada na esperança de resgatar uma criança em situação de vulnerabilidade social, provendo um lar adequado, repleto de amor e carinho". Leia a nota completa:

"De acordo com a assessoria de imprensa, a família da apresentadora e influenciadora digital Sarah Poncio, vem a público se pronunciar sobre a decisão da mãe biológica de Josué Marcio de solicitar a guarda da criança, interrompendo um processo de adoção já em andamento, iniciado por Sarah. Ao tomar conhecimento dos fatos, a família Poncio se encontrou em uma situação onde nenhuma família deveria vivenciar: a perda irreparável de uma criança.

Ao primeiro contato de olhares, Sarah se sentiu conectada com Josué. A decisão de adotar Josué foi baseada na esperança de resgatar uma criança em situação de vulnerabilidade social, provendo um lar adequado, repleto de amor e carinho. Todo o processo correu com o respaldo da lei, além de aprovação e bem entendimento de ambas as partes. Dito isso, Josué se tornou uma parte essencial da realidade de Sarah, ele se tornou, de fato, um filho.

O amor de mãe é um sentimento inexplicável e capaz de fazer tudo pelos pequenos. A separação de uma família com o seu bebê é um ferimento que pode jamais ser curado. Sarah agradece as mensagens de apoio e orações feitas através das redes sociais. Seguimos desejando tudo de melhor para o Josué, que sempre terá seu espaço no lar da família Poncio". 

Entenda a adoção

No começo de 2020, Sarah e Jonathan Couto anunciaram nas redes sociais que adotaram o pequeno Lorenzo, sobrinho da babá da família Poncio, que segundo ela, vivia em uma situação precária com a família. Durante a adaptação judicial, o casal decidiu mudar o nome da criança para Josué, um dos guerreiros de Israel na Bíblia. 

“Quando a Cyntia [babá] falou sobre a situação da criança, Deus tocou o meu coração, e me ofereci para adotá-lo. Toda família está muito feliz com a chegada de Lorenzo. Ele é um anjo enviado para nós”, declarou Sarah Poncio nas redes sociais. 

Em setembro de 2020, a mãe biológica da criança pediu para reaver a guarda. Ela alega que não tinha a intenção de doar a criança e teria autorizado apenas uma viagem com a tia, para ela cuidar, não para ser adotado por outra família. Agora a Justiça deu ganho de causa para a mãe biológica, que diz que está psicologicamente abalada pela falta do filho.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários