O ator Oscar Magrini, que após fazer uma participação em “A Dona do Pedaço” decidiu deixar a Globo , vai receber uma indenização da Prefeitura do Município de São Vicente , região do litoral de São Paulo. Isso porque, conforme a colunista Fábia de Oliveira divulgou no O Dia , a desembargadora Maria Cláudia Bedotti, da 4ª Câmara de Direito Privado de São Paulo, condenou o município por usar a imagem do ator indevidamente na capa do carnê do IPTU em 2014.

Leia também: Assédio, plágio e direitos autorais: Rede Globo é alvo de processos na Justiça

Oscar Magrini arrow-options
Reprodução/Instagram/@oscarmagrini
Oscar Magrini ganhou ação contra Prefeitura de São Vicente


Leia também: Acusados de golpe, Larissa Manoela e seus pais são alvos de processo milionário

Oscar Magrini chegou a interpretar Martim Afonso de Souza, fundador do município, em um espetáculo que é montado todos os anos ao ar livre, na Praia do Gonzaguinha. De acordo com a Fábia de Oliveira, o advogado do ator, Sylvio Guerra, explicou que a imagem do seu cliente foi licenciada na época para a divulgação da peça, mas, por meio das redes sociais, o ex-global descobriu que sua imagem estava estampada nos IPTU’s da cidade e não gostou nada disso.

Leia também: Anitta perde processo e comercial de bebida é proibido de ir ao ar; entenda

A Prefeitura de São Vicente terá que pagar uma indenização de R$ 30 mil por dano moral e, além disso, Oscar Magrini receberá uma indenização por danos materiais, que terá que ser equivalente ao que o município pagaria para utilizar a imagem do ator no carnê de IPTU. Para chegar a esse valor, será necessário que um perito da Justiça avalie e faça a correção monetária, uma vez que a imagem do ator foi usada em 2014. O valor final pode ultrapassar R$ 100 mil.

    Veja Também

      Mostrar mais