Tamanho do texto

No auge da carreira, a cantora e garante que enfrentou muitos obstáculos através de sua voz e ressalta suas conquistas graças a música

Capa da Glamour de setembro, Ludmilla teve sua entrevista divulgada nesta terça-feira (24) pela revista. Em um longo papo, a cantora falou sobre diversos assuntos, incluindo carreira, fé e seu relacionamento com a bailarina Brunna Gonçalves.

Leia também: Namorada de Ludmilla se declara  na web: "Amor nos move"

Ludmilla arrow-options
Reprodução/ Instagram @glamourbrasil
Ludmilla para a Glamour

Aos 24 anos, Ludmilla vive o auge da fama, no entanto, garante que nem sempre as coisas foram tão boas e precisou enfrentar muitas barreiras para conquistar seu atual patamar: “Vim de Duque de Caxias (RJ), sou negra, funkeira e bissexual. Olha quantos gigantes eu preciso vencer com uma única arma, que é a minha voz”.

Leia também: Rihanna maloqueira! Cantora põe música de Ludmilla em seu desfile nos EUA

Relembrando o início da carreira , ela destaca que o dinheiro ajudou a ressaltar sua autoestima. "Não gostava da minha aparência e sempre que olhava no espelho desejava ter dinheiro para fazer uma cirurgia no nariz. Como iria conseguir? Cantando! Quando a grana entrou, na primeira oportunidade, fiz lipo, nariz e silicone. Não escondo e também não me arrependo", assume.

Ludmilla para a Glamour
Reprodução/ Instagram @ludmilla
Ludmilla para a Glamour

Segundo a revista, a funkeira compara a sua história com a de Davi, personagem bíblico que enfrentou o gigante Golias só com uma pedra e foi escolhido por Deus para ser o rei de Israel. “Meus amigos brincam que virei a louca da Bíblia, mas entendi que, quanto mais a estudo, mais me fortaleço para enfrentar os obstáculos da vida”, diz a cantora, que é cristã e tem na fé outra arma para vencer.

Por falar em dificuldades, ela relembra o início do namoro com Brunna Gonçalves , sua bailarina, com quem está há 10 meses. "Agora posso ser quem sou! Estou leve e tranquila. Antes, mais uma vez, precisava me esconder das pessoas. Morria de medo de sair com ela e no dia seguinte acordar com alguma notícia sobre isso", revela a artista.

Ainda sobre o relacionamento, ela explica que sentiu um certo receio ao torná-lo público, por conta do julgamento alheio e declara que ao se assumir refletiu em alguns trabalhos: "Cheguei a não fechar alguns contratos que já estavam engatilhados. Só não entendo como a minha orientação sexual pode interferir no resultado do meu trabalho, mas respeito".

Leia também: Luana Piovani xinga música de Ludmilla e cantora responde: “tem que se tratar”

Após falar sobre a vida profissional e pessoal, Ludmilla foi questionada sobre o posicionamento artístico e garantiu que acha as cobranças em geral algo chato, mas como artista se sente na obrigação de transmitir informação sobre as causas em que acredita e isso inclui as questões LGBTQI.