Tamanho do texto

Ex-estrela de "Desperate Housewives" pagou mais de R$ 61 mil para sua filha ter resultados melhores em importantes testes para as universidades

A atriz Felicity Huffman foi condenada em Boston, nos Estados Unidos. Ela ficará duas semanas atrás das grades por pagar 15 mil dólares (aproximadamente R$ 61,3 mil) para aumentar a pontuação da filha para a jovem conseguir entrar em uma boa faculdade . A fraude foi descoberta e o escândalo teve grande repercussão na imprensa internacional.

Leia também: Felicity Huffman se declara culpada e pode pegar quatro meses de prisão

Felicity Huffman arrow-options
Divulgação
Felicity Huffman será presa e terá que fazer trabalho comunitário


Leia também: Felicity Huffman admite suborno de R$ 58 mil para filha ter vaga na faculdade

De acordo com o site “Page Six”, a ex-estrela de “Desperate Housewives” demonstrou que está arrependida do que fez e chorou no pedido de desculpas ao tribunal e as duas filhas. Além de ficar duas semanas na prisão , a sentença de Felicity Huffman também inclui uma multa de R$ 30 mil dólares (aproximadamente R$ 122,6), um ano de liberdade supervisionada e 250 horas de serviço comunitário.

Sem muita alternativa, foi a própria atriz que se declarou culpada das acusações de ter dado dinheiro a um agente da faculdade fingindo que o valor era uma doação de caridade. A verdade é que a mãe de 56 anos queria garantir uma vaga da filha mais velha, Sophia, na faculdade.

Leia também: Felicity Huffman e Lori Loughlin são processadas em US$ 500 bilhões

Felicity Huffman não foi a única envolvida no escândalo que explodiu no início do ano, outros pais também estavam tentando comprar a vaga dos filhos nas melhores universidades dos Estados Unidos. A atriz de “Full House”, Lori Loughlin, e seu marido, o designer de moda Mossimo Giannulli, também foram acusados, mas eles se declararam inocentes.