Desde que saiu da Rede Globo, o jornalista Alexandre Garcia vem causando polêmica com suas atitudes e declarações. Após demonstrar interesse em se aproximar do presidente Jair Bolsonaro e criticar uma campanha contra o assédio sexual, o ex-global resolveu falar sobre o porte de armas.

Leia também: Feminicídio, cotas, Enem e as maiores polêmicas de Alexandre Garcia

Alexandre Garcia
Reprodução/TV Globo
Alexandre Garcia fala do decreto das armas


No Twitter, Alexandre Garcia escreveu: “O decreto das armas não agradou a assaltantes de bancos, de lojas, de carga, de pessoas e casas, aos invasores de propriedade privada e a bandidos em geral. Queixam-se de que o decreto restringe seu trabalho ao aumentar o poder de defesa de suas vítimas usuais”.

Leia também: Fora da Globo, Alexandre Garcia vive agenda intensa de palestras e mídia

O decreto citado pelo jornalista foi assinado por Bolsonaro na terça-feira (7) e amplia o direito ao porte de arma a políticos, jornalistas, advogados do poder público, proprietários rurais, entre outras categorias específicas. Vale ressaltar que o porte de arma permite que a pessoa ande armado na rua, diferente da posse, em que é permitido ter uma arma em propriedade privada.


Leia também: Alexandre Garcia critica campanha de assédio no Twitter e gera polêmica

O tweet de Alexandre Garcia dividiu opiniões, uns concordam com o jornalista e outros acreditam que ele não tem bom senso.

    Veja Também

      Mostrar mais