Apresentador do telejornal “Primeiro Impacto”, exibido pelo SBT, Marcão do Povo ficou conhecido a nível nacional no ano passado, ao se envolver em uma verdadeira polêmica com Ludmilla. Na ocasião, o jornalista foi chamado de racista.

Leia também: Sem noção! Val Marchiori detona cabelo de Ludmilla em atitude racista

Ludmilla sorrindo, com os cabelos soltos, blusa preta
Reprodução Instagram
Ludmilla fala sobre sua festa de aniversário


Em entrevista ao “Superpop”, apresentado por Luciana Gimenez, Marcão falou do comentário direcionado a Ludmilla e ainda conversou sobre como se sentiu quando foi demitido da Record Brasília, onde apresentava o “Balanço Geral DF”.

“Eu usei uma expressão, ‘pé de macaco’, que na minha região é aquela pessoa que desdenha do próximo. Eu citei isso no episódio que ela se passa por Kátia. Se ela não quer ser quem é para tirar foto, não saia de casa. Fique num quarto. Dezesseis dias depois soltaram isso daí. Foi montado, editaram para me prejudicar”, afirmou.

Leia também: Chamada de vulgar, Ludmilla rebate comentário maldoso de seguidora nas redes

No entanto, apesar de toda a polêmica , o apresentador não pensa em se desculpar e se entender com a funkeira. “Não devo favor nem satisfação para ela. Ela que deveria pedir desculpas para mim. As pessoas se aproveitam da cor da sua pele para tirar proveito das outras, querem alguma coisa para sobressair em quem faz sucesso”, apontou.

Sobre o colega de telejornal, Dudu Camargo, Marcão do Povo foi enfático: “Não somos amigos, somos colegas. Não vamos jantar na casa do outro, acho que para ser amigo leva uns 10 anos. Não sei se eu ganho mais, mas estou satisfeito com o que ganho. Acho que a gente ganha de acordo com o nosso preparo e competência”, disse.

Leia também: Sem noção! Val Marchiori detona cabelo de Ludmilla em atitude racista

Então, Marcão revela como reagiu diante da sua demissão, após as acusações de racismo contra Ludmilla . “Foi o pior momento da minha vida, cheguei em casa chorando. Na época fui humilhado. Uma semana depois, o Silvio Santos me ligou para trabalhar no SBT e fui muito bem recebido lá”, contou. “Não tenho mais nenhum processo contra a Record, nem ela contra mim. Tenho gratidão, eles acreditaram em mim e só tenho a agradecer”, declarou.

    Veja Também

      Mostrar mais