Assim como muitas famosas, Bruna Marquezine também aderiu ao movimento #elenão, contra o candidato à presidência do Brasil,  Jair Bolsonaro , do PSL.

Leia também: Saiba quais são os candidatos dos famosos na eleição para presidente em 2018

undefined
Reprodução/Instagram
Bruna Marquezine se manifestou contra Jair Bolsonaro

Nesta terça-feira (18) Bruna Marquezine usou a ferramenta Stories do  Instagram para compartilhar a publicação da também atriz Maria Ribeiro, que apontou e explicou três motivos para não votar no político.

Leia também: Sasha se posiciona contra Bolsonaro e é atacada nas redes sociais

"Considerar ter uma filha mulher uma coisa 'menor' do que ter um filho homem não é família. Dizer que preferiria um filho morto a um filho homossexual não é família. Considerar a gravidez um motivo para que as mulheres ganhem menos não é família, até porque muitos lares no Brasil são tocados sem a figura paterna. Família é amor incondicional, galera. E nem sempre isso tem a ver com sangue", escreveu Maria, que foi apoiada por Bruna: "É isso!".

No entanto, logo após mostrar sua opinião política, Marquezine decidiu bloquear a opção comentários de suas publicações. Ao que tudo indica, a atitude da atriz é uma prevenção contra ataques do público a favor do filiado ao PSL.

Na última segunda-feira (17), por exemplo, Sasha Meneghel também apoiou a campanha, mas ao contrário da amiga não pensou em tomar medidas preventivas em seu feed, assim, passou a receber inúmeras críticas em suas publicações. Fãs de Bolsonaro usaram a foto mais recente da filha de Xuxa no Instagram, onde aparece em uma praia com seu cachorro, para apontá-la como patricinha e outras coisas.

Campanha anti-Bolsonaro entre as famosas

undefined
FAMOSAS
Bruna Marquezine e outras famosas aderiram a tag Ele Não contra Jair Bolsonaro

Inúmeras famosas utilizaram suas redes sociais para manifestar suas opiniões sobre o candidato à presidência da república Jair Bolsonaro , filiado ao PSL, e ajudaram a subir a hashtag Ele Não. A tag foi construída em resposta a um ataque hacker contra um grupo do Facebook denominado "Mulheres Contra Bolsonaro".

Leia também: Famosas aderem campanha anti-Bolsonaro na web e se manifestam contra o candidato

Além de Bruna Marquezine , Maria Ribeiro e Sasha, outros grandes nomes como Deborah Secco, Daniela Mercury, Astrid Fontenelle, Fernanda Paes Leme, Fabiula Nascimento, Bruna Linzmeyer, Débora Falabella, Alinne Rosa, Patrícia Pillar e Camila Pitanga apoiaram a campanha.

    Leia tudo sobre: Instagram

    Veja Também

      Mostrar mais