Tamanho do texto

Diversas polêmicas do funkeiro repercutiram nas redes sociais durante toda sua carreira, assim, foram as marcas registradas de Catra; relembre-as

Polêmicas do Mr. Catra sempre foram marcas registradas do funkeiromorto no último domingo (10), vítima de  câncer no estômago.

As polêmicas do Mr. Catra
Instagram / Mr. Catra
As polêmicas do Mr. Catra

O cantor e compositor começou a carreira nos anos 1980 com uma banda de rock, mas somente nos anos de 1990 ele passou a se dedicar ao funk, ritmo que o tornou conhecido. No entanto, foi em 2000 que ele atingiu o apíce do sucesso com o hit Adultério , e desde então as polêmicas do Mr. Catra  se tornaram frequentes; confira algumas delas:

Leia também: Famosos prestam homenagens a Mr. Catra nas redes sociais: "Mito do funk"

Poligamia

Apesar de as leis brasileiras não permitirem a poligamia, união conjugal de uma pessoa com várias outras, Mr. Catra era adepto a esse tipo de relação e tinha três esposas.

Possesivo

Vivendo em uma relação poligâmica, ele decretava regras na união e durante uma entrevista para  o Pânico na Rádio, em 2017, ele declarou:  "Eu tenho orgulho de ter minhas mulheres e falo com orgulho que durmo com elas. Elas podem sair e dormir com quem quiserem, mas daí acabou".

32 filhos

As polêmicas do Mr. Catra
Reprodução/ Instagram
As polêmicas do Mr. Catra

Apelidado de "papai" pelos fãs, o funkeiro tem mais do que um time de futebol. Ao todo são 32 filhos.

Contra as cotas raciais

As polêmicas do Mr. Catra
Divulgação
As polêmicas do Mr. Catra

O cantor não tinha papas na língua e fazia o estilo sincero. Apesar de ser negro, não concordava com certas questões raciais.

Em 2017, também durante a entrevista para o Pânico na Rádio, ele fez questão de ressaltar sua opinião: "Queria deixar bem claro que, na realidade, não foi o branco que escravizou o negro. Foi o negro que escravizou o negro e vendeu pro branco”.

Na época, ele prosseguiu seu ponto de vista dizendo ser contra as cotas raciais: “Negro não precisa de cota, acho que a gente é igual", afirmou. Sobre o Dia da Consciência Negra ele tratou a data como uma forma de racismo da sociedade: "Tinha que ter dia da consciência oriental, dia da consciência do índio, do branco, de todo mundo".

Apologia ao crime

As polêmicas do Mr. Catra
Reprodução/ Instagram
As polêmicas do Mr. Catra

Também em 2017, após um show em Manaus, ele precisou prestar esclarecimentos para a polícia após ter sido denunciado por apologia ao crime de uma facção criminosa. À polícia, o cantor negou ter conhecimento sobre o grupo.

Leia também: Caetano Veloso faz homenagem após morte de Mr. Catra: "Um caso existencial"

Foto com maconha

Em maio, enquanto tratava do câncer no estômago, a lista de polêmicas do Mr. Catra aumentou. Na época ele publicou no Instagram uma imagem em que aparecia segurando um pacote de baseado.  "Diploma do maconheiro. Formado na escola da maconha", escreveu ele, que depois da repercussão apagou o post.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.