Tamanho do texto

Antônia Fontenelle não foi reconhecida como herdeira de Marcos Paulo e por isso decidiu desabafar, criticando a ministra do caso e as filhas do diretor

A disputa judicial envolvendo Antônia Fontenelle e as três filhas de Marcos Paulo (Giullia, Vanessa e Mariana) pela herança do diretor continua. Na rede social, na noite da última segunda-feira (04), a atriz fez questão de declarar indignação sobre o caso.

Leia também: "Foi preciso Marcos Paulo morrer para me conhecerem", diz Antônia Fontenelle

Antônia Fontenelle
Reprodução Instagram
Antônia Fontenelle

Para a tristeza de Antônia Fontenelle , ela não foi reconhecida como herdeira de Marcos Paulo, que morreu em 2012. O Superior Tribunal de Justiça (STJ) não considerou válido o documento apresentado pela loira – uma carta escrita pelo próprio diretor, indicando 60% de sua conta bancária e investimentos para a atriz.

Leia também: Antonia Fontenelle desabafa sobre ex-marido: "Um dia eu vou te perdoar"

No entanto, o documento não foi considerado pela Justiça, já que não possui registro em cartório e nem as três testemunhas, como é exigido pelo Código Civil. No Instagram a artista fez questão de falar sobre o assunto por meio de um vídeo para lá de polêmico, criticando o fato da ministra Maria Isabel Galotti, relatora do caso, não tê-la reconhecido como herdeira.

“A ministra não me reconheceu e me excluiu da condição de herdeira, é verdade. Mas eu vou recorrer ao colegiado, ainda faltam quatro ministros. No meio disso tudo uma coisa me deixa absurdamente triste: é esse sentimento de perseguição! Eu me sinto perseguida por mulheres, é uma sensação tão ruim, mas eu ainda acredito na justiça e vou recorrer, porque tenho certeza que nem todos pensam igual à senhora ministra. Que pena!”, desabafou Antônia, que ainda citou o seu direito como esposa.

Para completar o discurso, ela legendou o momento falando sobre a perseguição e deixou um recado para a ministra: “Sra. ministra Isabel Galloti, chegou minha hora de recorrer porque não aceito a sua decisão, uma vez que fui reconhecida como esposa. Acredito no bom senso do colegiado, esse país tem leis, e elas têm por obrigação serem cumpridas”, escreveu a artista.

Antônia Fontenelle afirma perseguição das filhas de Marcos Paulo

Antônia Fontenelle e Marcos Paulo
Reprodução Instagram
Antônia Fontenelle e Marcos Paulo

Ao “TV Fama”, também na última segunda-feira (04), Fontenelle falou um pouco mais sobre assunto da disputa, afirmando que desde o começo deste ano determinou que queria uma solução e aproveitou para criticar a Justiça do Brasil: “é lenta!”.

Leia também: Antônia Fontenelle chora ao falar de relação com Giulia Costa: "É terrível"

Ela também afirmou que os bens estão se deteriorando por conta do tempo. Sobre as filhas do diretor, a loira fez questão de dizer que elas não aceitam a parte que deveria ser delas (40%, de acordo com a carta deixada por Marcos).  “Estamos brigando por duas coisas diferentes, eu pelo meu lugar, que é meu direito, e elas por dinheiro. Eu me sinto perseguida, são três mulheres contra mim!”, garantiu Antônia Fontenelle .