Tamanho do texto

A atriz da série "Os Originais", usou o Instagram para desabafar. Claire Holt relatou que foi muito difícil e triste passar por um aborto espontâneo

A atriz Claire Holt, da série “Os Originais”, que está com 29 anos, usou sua conta no Instagram , na noite do último domingo (5), para desabafar sobre um aborto espontâneo que sofreu há cerca de 11 dias. A atriz esperava o primeiro filho de Andrew Joblin , com quem está em um noivado desde dezembro do ano passado.

Leia também: Ator Darlan Cunha, de "Cidade de Deus", é preso no Rio de Janeiro

Claire Holt
Reprodução/Instagram
Claire Holt

Claire Holt que está muito chateada com o ocorrido resolveu fazer um relato emocionante em sua rede social explicando como perdeu seu bebê em um aborto espontâneo. "Tirei essa foto há 10 dias, enquanto esperava uma cirurgia depois que meu pequeno e doce bebê perdeu seus batimentos cardíacos. Eu a enviei para o meu noivo na sala de espera para mostrar-lhe que eu estava bem. Eu não estava. Nunca me senti mais quebrada na minha vida”, desabafou.

Leia também: Acusada de abuso sexual, atriz de “Melrose Place" teria drogado vítima

Deprimida, a atriz contou que buscou na internet casos similares que pudessem servir de ajuda e conforto para ela. "Eu relutei em compartilhar isso tão cedo e ainda estou com medo de tornar pública uma luta tão privada, mas também estou fazendo isso porque é importante. Depois disso, passei horas na internet à procura de mulheres que passaram por isso. Eu estava desesperada para encontrar alguém, qualquer um, que pudesse se relacionar com o que estava sentindo. Alguém para me dizer que a depressão e a desesperança eram normais. Que não foi minha culpa. Que eu não estava quebrada para sempre”, continuou.

Leia também: Atriz Tônia Carrero morre aos 95 anos, no Rio

Claire Holt e Andrew Joblin
Reprodução/Instagram
Claire Holt e Andrew Joblin

Claire também revelou que encontrar uma comunidade de mulheres que passaram pela mesa situação que ela, está ajudando-a superar o caso. “Encontrei uma comunidade de mulheres que compartilhou minha experiência exata. Quem era aberto e vulnerável a um aborto espontâneo, algo que muitas vezes não é discutido abertamente. Rompe meu coração pensar que perder um bebê é algo que devemos manter para nós mesmos. Por que é diferente da morte de um ente querido? Como é menos significativo? Aqui é o que eu aprendi quando comecei a rastejar para fora do buraco escuro: o apoio é tudo”, contou.

Apoio do noivo

Ela ainda enfatizou o apoio de seu noivo, Andrew Joblin , que esteve ao seu lado em um momento tão difícil e doloroso. “Eu não poderia ter sobrevivido a este sem o amor incondicional do meu parceiro. Apesar de sua dor, ele era minha pedra e minha rede de segurança. Nunca vou saber como agradecê-lo. Assim que contei a minha história, quase todo mundo com quem falei me contou o deles - os próprios, os de sua esposa, a da sua irmã. Muitas pessoas passam por isso e entendem a amplitude da dor, mas poucas pessoas falam sobre isso", concluiu.

Leia também: Zilu Camargo assume novo namorado nas redes sociais: "Meu amor"

Carreira

Claire Holt começou sua carreira atuando em comerciais de televisão. Em 2006, ganhou o seu primeiro papel como Emma Gilbert na série australiana “ H2O: Meninas Sereias ”. Em 2011, participou da série “ The Vampire Diaries ” como a vampira Original Rebekah Mikaelson. Em 2013,  foi contratada pela CW para atuar em “ The Originals ”, mas deixou o elenco fixo da atração na segunda temporada. A atriz também ganhou o papel de Charmain Tully na série “ Aquarius ”.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.