Tamanho do texto

O ator hollywoodiano afirmou em entrevista a versão americana da GQ ter sido vítima de assédio sexual e culpa o episódio pelo declínio de sua carreira

Nesta quinta (22) a versão americana do magazine GQ colocou o ator Brendan Fraser, o astro do longa-metragem "A Múmia" de volta nos holofotes. Em entrevista, o artista revelou ter sido assediado sexualmente pelo ex-presidente da HFPA, Associação de Imprensa Estrangeira que promove o Globo de Ouro.

Leia também: Ator mirim de “O Sexto Sentido” está irreconhecível em "Arquivo X"

Brendan Fraser afirmou ter sido vítima de assédio sexual
Reprodução IMDB
Brendan Fraser afirmou ter sido vítima de assédio sexual

Segundo Brendan Fraser, tudo aconteceu durante um almoço, em 2003, no Beverly Hills Hotel. Na ocasião ele foi saudado por Philip Berk , o ex-presidente da HFPA. Tudo corria bem, até que Berk, no meio da sala lotada, ergueu sua mão esquerda, apalpou a bunda e estendeu o dedo em direção ao perímetro anal do ator.

Leia também: Ostentando tanquinho, Reynaldo Gianecchini posa nu e recebe elogios no Instagram

"Neste momento eu estava em pânico e com medo", afirmou Fraser ao veículo americano. "Eu ainda estou com medo? Absolutamente. Sinto que preciso dizer algo? Absolutamente. Eu queria dizer muitas, muitas vezes? Absolutamente. Eu travei? Absolutamente", finalizou o ator com tom de nervosismo.

Brendan Fraser atuou em
Reprodução IMDB
Brendan Fraser atuou em "A Múmia" e suas sequências

Ainda segundo Brendan Fraser, com educação ele conseguiu remover a mão de Berk , mas  afirmou:"Eu me sentia mal. Eu me senti como uma criança pequena. Senti como se houvesse uma bola na garganta. Eu pensei que ia chorar".

Na tentativa de fazer algo, o ator tentou contar a um policial que estava no local, mas pensou duas vezes:"Eu me senti como se alguém tivesse jogado tinta invisível em mim. Eu me senti humilhado".

A GQ procurou o ex-presidente Berk para falar sobre o caso. Sucintamente Phillip afirmou:"A versão do Sr. Fraser é uma fabricação total". Na época, a equipe do ator chegou a exigir um pedido de desculpas, que foi atendido, mas não confirmou o caso.

"Se fiz qualquer coisa que aborreceu o Sr. Fraser, não foi intencional e peço desculpas", disse o ex-presidente que assumiu ter escrito a carta, mas não confirmou o assédio sexual .

Durante o bate-papo com a GQ , Brendan Fraser também fez uma análise de que desde o episódio, ele foi  cada vez menos convidado para as cerimônias do Globo de Ouro . Em comunicado à imprensa, Berk negou ter excluído a ator do evento:"O declínio de sua carreira não é nossa culpa".

O caso citado por Brendan Fraser aconteceu durante seu ápice como ator
Reprodução IMDB
O caso citado por Brendan Fraser aconteceu durante seu ápice como ator

Leia também: "Macaco sambando": ator JP Rufino é alvo de comentário racista no Instagram

Brendan Fraser foi um ator de muito reconhecimento entre os anos 90 e 2000. Ele atuou em produções como "George, O Rei da Floresta", "A Múmia" e suas sequências e "Looney Tunes: De Volta a Ação".

    Leia tudo sobre:
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas