Tamanho do texto

De casamento marcado com Meghan Markle, o príncipe Harry e sua futura esposa dirão adeus aos dias de solteiro em despedidas entre amigos do casal

O príncipe Harry, de 33 anos, já está de casamento marcado para maio deste ano com a atriz norte-americana Meghan Markle, de 36 anos, e para comemorar os últimos dias de solteirice, a realeza e sua futura esposa farão nada mais que uma despedida de solteiro. Serãotrês celebrações, uma individual de cada um, e depois uma do casal.

Leia também: Kelly Key visita sex shop e afirma que marido tem preconceito com sexo anal

Príncipe Harry e sua futura esposa Meghan Markle
Reprodução Instagram
Príncipe Harry e sua futura esposa Meghan Markle


De acordo com o portal americano “Radar Online”, o príncipe Harry optou por uma festa longe da mídia, algo mais “discreto”, para isso ele vai fechar um resort na Suíça na presença de amigos homens e mulheres. Enquanto a sua noiva fará uma confraternização com algumas amigas nos EUA, seu país de origem.

Mas como realeza gosta de comemoração, eles irão fazer mais uma festinha. O casal fará, ainda, uma despedida com os amigos em comum, com direito a partida de polo, esporte favorito do príncipe da Inglaterra .

O relacionamento

Foi em Londres em Julho de 2016 que o casal se conheceu através de amigo em comum, o diretor de um clube privado frequentado pelo príncipe, que coincidentemente é um dos melhores amigos de Meghan. Mas apenas em outubro do mesmo ano que os pombinhos decidiram assumir o relacionamento em público.

Após um ano de namoro, em novembro de 2017, um porta-voz da família real anunciou a confirmação do noivado entre Harry e a americana. A cerimônia aconteceu em Londres e contou com a presença da rainha e de pessoas próximas a eles.

Leia também: Jojo que se cuide! Joana Balaguer condena viralização de Que Tiro Foi Esse

O casamento esta sendo planejado pelo próprio casal e será financiado pela família real, podendo gerar um estímulo de cerca de 500 milhões de libras para a economia britânica. A cerimônia acontecerá no dia 19 de maio de 2018 na capela de Saint George, castelo de Windsor.

Vítima de racismo

Príncipe Harry e sua futura esposa Meghan Markle
Reprodução Instagram
Príncipe Harry e sua futura esposa Meghan Markle

Desde que anunciaram o namoro, Meghan Markle tem sido alvo de ataques racistas por conta das suas heranças miscigenadas. Harry se preocupa com a segurança da noiva e criticou a imprensa por “onda de abuso e assédio”.

Leia também: De férias na Indonésia, Paula Fernandes ostenta corpão

Em depoimento a revista americana “Elle”, a futura esposa do príncipe, afirma sentir orgulho das suas raízes. "Minha herança miscigenada, por um lado, já me colocou em uma zona cinzenta no que diz respeito à maneira como eu me identifico. Mas por outro, ter um pé em cada lado dessa cerca me fez abraçar isso. Para dizer quem eu sou e de onde vim. Para expressar meu orgulho de ser uma mulher miscigenada forte e confiante.", disse Meghan.

Em meia a essa onda de racismo, Jo Marney , namorada de Henry Bolton , líder do UKIP (Partido para a Independência do Reino Unido), foi suspensa do partido após ofensas racistas contra a americana.  Jo teve conversas divulgadas pelo jornal inglês “Daily Mail”, onde ofendia a atriz em mensagens endereçadas a um amigo.

Jo insultou Meghan dizendo que ela iria “manchar a família real com semente do povo negro”, afirmou também que a entrada dela no palácio de Buckingham poderia abrir espaço para um rei negro e que nunca teria relações sexuais com pessoas dessa etnia pois são feios. Após a divulgação dos escritos de Jo à noiva do príncipe Harry, a mulher pediu desculpas em carta à redação do jornal.

Leia também: Aziz Ansari e a nova onda de acusações de assédio que tomou Hollywood

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.