Tamanho do texto

Kim Kardashian foi acusada de racismo nas redes sociais depois de mostrar sua fantasia para o Halloween deste ano; veja outras fantasias da socialite

Kim Kardashian causou mais uma polêmica nas redes sociais . Ao mostrar sua fantasia para o Halloween deste ano, seus seguidores a acusaram de racismo . Isso porque ela escolheu vestir-se como a cantora Aaliyah - e ofendeu muitos dos fãs da celebridade, morta em 2001, em um acidente aéreo.

Leia também: Kim Kardashian curte praia com biquíni cavado e exibe corpaço

Kim Kardashian veste-se como cantora Aaliyah e coleciona mais uma polêmica nas redes sociais
Reprodução/Twitter
Kim Kardashian veste-se como cantora Aaliyah e coleciona mais uma polêmica nas redes sociais

Além de Aaliyah, cuja fantasia contava com um sutiã com corrente de prata, uma gargantilha de diamante e calças de couro apertadas - roupas exatamente iguais às que ela usou no videoclipe da música Try Again , Kim Kardashian também se vestiu como Madonna e Cher

Leia também: Kim Kardashian vira Jacqueline Kennedy em ensaio para revista

A questão que preocupou seus seguidores foi o racismo. Eles fizeram questão de lembrar que, embora a socialite tenha ascendência armênia, Aaliyah é afro-americana.  "Lendária ou não, Aaliyah é uma mulher negra e você não. É ofensivo e você não deve passar desse limite, mas ok...", escreveu um seguidor, em tradução livre. Outros lembraram que a cantora está morta e esse tipo de homenagem não pode ser vista com bons olhos. Kim, que ainda não comentou a polêmica, está aproveitando a data comemorativa para se vestir como seus ídolos e tem recebido muitos elogios através das redes sociais por conta de suas outras ideias para fantasias.

Veja as fantasias

Leia também: Bebê a caminho! Kim Kardashian e Kanye West estão esperando terceiro filho

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.