Tamanho do texto

Depois de 15 anos de negociações, Bruna Lombardi finalmente posou nua para a "Playboy" em fevereiro de 1991; conheça os bastidores

Durante os anos 1990, Romário de Oliveira foi um dos nomes mais importantes da Playboy no Brasil. Agora, ele assina uma coluna no iG para contar tudo dos bastidores de uma das revistas mais populares do País.

Leia também: Bastidores de Playboy: O dia em que Roberta Close tumultuou a redação da revista

Depois de 15 anos de recusas, Bruna Lombardi posou para a
Reprodução
Depois de 15 anos de recusas, Bruna Lombardi posou para a "Playboy" em fevereiro de 1991

Nesta segunda-feira (28), Romário de Oliveira relembra a saga para fazer com que Bruna Lombardi finalmente estampasse a capa da  Playboy , em fevereiro de 1991. Leia abaixo:

Bruna Lombardi, 15 anos para tirar a roupa pra Playboy

Ela sempre esteve no imaginário masculino desde que estreou na TV, inclusive, apontada por Playboy  em várias edições como uma das mulheres mais sensuais do país. Mas, elegantemente, durante 15 anos a atriz Bruna Lombardi disse "não" à revista. Quando finalmente aceitou posar nua, exigiu tudo o que queria, inclusive sigilo absoluto. Em janeiro de 1991, sempre que eu perguntava para um colega de trabalho quem seria a próxima capa, ninguém sabia responder. Mistério. Lembro que na redação era um tal de corre-corre, pessoas falando baixinho ao telefone, saídas relâmpago para reuniões, almoços e jantares. Mas, o que estaria acontecendo? A estrela da edição de fevereiro de 1991 já estava sendo despida e apenas algumas pessoas sabiam.

Leia também: 15 curiosidades sobre ensaios históricos da revista

Bruna Lombardi foi a capa da
Arquivo pessoal
Bruna Lombardi foi a capa da "Playboy" em fevereiro de 1991

Nada podia dar errado, ninguém podia saber. Tudo em segredo, a sete chaves. Mas, por que? “Realmente foi a conquista mais difícil da revista”, confirmou o então diretor Juca Kfouri a um jornal baiano. “Foram 15 anos de tentativas anteriores, eu pessoalmente fiquei tentando seis meses até negociar”, continuou.

A notícia não podia vazar para a imprensa. Pelo suspense, parece que foi feito até um contrato de confidencialidade para não haver quebra de sigilo. Escolha das fotos, esquema de horário para rodar a revista na gráfica. E claro, o cachê milionário! Bons tempos de Playboy . E o pessoal levou a sério, porque até eu, que estava sempre ligado em tudo e querendo saber de tudo sobre a revista, não consegui desconfiar de nada. Foi uma surpresa: quando vi estava pronta, ou melhor: quase pronta! Bruna Lombardi maravilhosamente nua e sensual – ela ganhou uma edição com 32 páginas inesquecíveis. As fotos da estrela foram feitas na ilha francesa de St.Barth, no Caribe, pelo fotógrafo Marco Glaviano. Uma coisa é certa: valeu a pena esperar 15 anos!

Leia também: Bastidores de Playboy: A pantera Luciana Pereira ainda bate um bolão

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.