DFB Festival 2022
Divulgação/Rogério Lima
DFB Festival 2022


A 22ª edição do DFB Festival, maior evento de moda autoral da América Latina, começou nesta quarta-feira (25), no Aterro da Praia de Iracema, em Fortaleza (CE), com uma maratona de desfiles valorizando a cultura nordestina.

Claudio Silveira, idealizador do evento, celebrou a criatividade da região e projetou o fortalecimento da indústria. "O Nordeste vem com força há muito tempo, com destaque na moda nacional. O Nordeste é o Brasil. Bandeira que levanto há muitos anos e não me canso de levantar", disse na inauguração do festival.

Empolgado com a movimentação no espaço, que conta com 30 mil metros quadrados, a mente criativa do DFB explicou que a diferença do Dragão Fashion Brasil é a ousadia. "Como é bom dar uma provocada em uma pessoa para que ela saia da caixinha. Meu maior tesão é fazer essa provocação para que a gente possa ter esses resultados", contou Claudio ao relembrar as conversas com os estilistas.


No primeiro dia de evento, as passarelas do DFB Festival receberam criações de Sherida Livas, Almerinda Maria, Rio de Jas e Manuel Bessa. A Enel realizou um desfile especial de moda upcycling com looks sustentáveis.

Enel Brasil apresentou desfile de moda Upcycling
Nicolas Gondim
Enel Brasil apresentou desfile de moda Upcycling


Para a coleção de Sherida Livas, as peças multicoloridas e estampadas, ressaltaram a luz da Terra do Sol. Celebrando 10 anos de história, a Rio de Jas trouxe uma coleção única, valorizando o beachwear. A ex-The Voice Brasil, Camila Marieta abriu a cerimônia ao som de "Espumas ao Vento", de Fagner.

Desfile de Sherida Livas
Roberta Braga e Cláudio Pedroso

Desfile de Sherida Livas

A cantora Roberta Campos foi a responsável por inaugurar o palco Factory, que tem cenografia 100% feita de sucata. A cantora apresentou os hits "Minha Felicidade" e "De Janeiro a Janeiro", além de mostrar ao público as músicas do novo álbum "O amor liberta". "O primeiro show do meu primeiro disco, 'Varrendo a Lua', foi aqui em Fortaleza. É um lugar que eu gosto muito e também marcou a minha carreira, com um momento de visibilidade para o grande público", disse Roberta, que ainda analisou o cenário musical da MPB.

"Eu faço feats, acho muito legal essa coisa de juntar a arte, doar e receber do outro. É um caminho muito interessante, mas eu gosto de contar história. Eu uso o álbum até o fim. Estou em turnê, feliz de voltar aos palcos. É importante fazer parte da história do DFB neste momento", finalizou a cantora.

Roberta Campos
Divulgação/Rogério Lima
Roberta Campos


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários