Rosa Magalhães deixa a escola de samba Imperatriz Leopoldinense
Reprodução/Instagram - 30.04.2022
Rosa Magalhães deixa a escola de samba Imperatriz Leopoldinense


A escola de samba Imperatriz Leopoldinense anunciou, na noite desta sexta-feira (29), a saída da carnavalesca Rosa Magalhães. A parceria, que já resultou em cinco títulos para a agremiação, não entregou o resultado esperado, conquistando o 10º lugar. A escola ainda não anunciou quem vai assumir o cargo.

+ Entre no  canal do iG Gente no Telegram e fique por dentro de todas as notícias sobre celebridades, reality shows e muito mais!

"Reverenciar um mestre é reconhecer sua importância e seu legado, olhar-se no espelho e vislumbrar os traços herdados no passado e que constituem o que somos no presente. A Imperatriz Leopoldinense hoje se despede da professora e carnavalesca Rosa Magalhães, agradecendo por sua contribuição imensurável neste e em tantos outros carnavais, por seu trabalho incansável em favor da cultura brasileira e das artes da folia", anunciou a escola, em texto assinado pela presidente Cátia Drumond.


Com admiração, a comunidade leopoldinense se despediu, mais uma vez, da histórica parceria. "Que seja de florescimento e sucesso a trajetória de nossa mestra, e que seu talento e genialidade continuem encantando o público na avenida e em todos os palcos onde ela estiver. Para sempre, em qualquer tempo, a Flor das Artes Carnavalescas será nossa baluarte, um norte a ser seguido. A você, Rosa, nossa eterna gratidão e carinho".


Leia Também

Em seu retorno à escola, o resultado não fez jus ao esperado. A agremiação, que desfilou pela primeira vez no Grupo Especial após retornar da Série Ouro, ficou em 10º lugar na colocação final com enredo sobre Arlindo Rodrigues, carnavalesco que levou a Imperatriz ao primeiro campeonato, em 1980.

Rosa é a carnavalesca mais vitoriosa da Imperatriz. Durante 16 anos (de 1993 a 2009), a artista esteve à frente dos enredos da escola, conquistando cinco dos oito títulos da agremiação.

Mudanças nas escolas

Com o fim do carnaval no Rio, as escolas já começaram os ajustes para o ano que vem.

Leandro Vieira, carnavalesco que ficou à frente de duas escolas em 2022, já anunciou que se despede do Império Serrano, com quem foi campeão da Série Ouro. No Grupo Especial, comandando a Estação Primeira de Mangueira, ele terminou fora do Desfile das Campeãs, ficando em sétimo lugar. Ainda não há definição sobre a permanência de Leandro na Verde e Rosa.

Paulo Barros também confirmou seu retorno à Unidos de Vila Isabel, onde esteve em 2009 e 2018. Em 2022, o carnavalesco desfilou pela Paraíso do Tuiuti, a penúltima colocada no Grupo Especial.

Edson Pereira, que levou a Vila ao quarto lugar este ano, também já foi anunciado em outra escola, a Acadêmicos do Salgueiro, que se despediu de Alex de Souza.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários