Glória lançou nesta sexta-feira (26) 'Leilão'
Reprodução: Rodolfo Magalhães
Glória lançou nesta sexta-feira (26) 'Leilão'


Pop com toques de trap, 'Leilão' traz uma versão nova de Glória Groove dentro da era ' Lady Leste '. A faixa traz uma reflexão de Glória com o mercado e as formas que ela é reconhecida dentro do mundo artístico e no mercado musical. O álbum já conta com dois singles de sucesso: 'Bonekinha' e 'A Queda', seguem a "pegada mensagem", que a artista imprime nesta era. 

Em coletiva de imprensa, a artista explicou a sensação que teve ao produzir 'Leilão' e os próximos passos da era 'Lady Leste'. No clipe, publicado nesta sexta-feira (26), Glória mostra que ela vale muito para o mercado. Ela explica que as empresas querem ela "apenas em junho", no mês de visibilidade LGBTQIA+. "Eles querem querer um pouquinho mais agora, mas o pouquinho que eles já querem a mais já é o bastante para gente ficar assim", diz. 

Para Gloria, ela entende a homofobia do cotidiano, mas entende que há um preconceito corporativo. "A relação mudou muito, com empresas, marcas, com a indústria como um todo, desde que eu comecei, é claro. Existe esse mito da valorização dentro do nosso meio, mas eu acredito que o reconhecimento vem através de talento e trabalho", diz. 

Em 'Leilão', Gloria reflete sobre o próprio lugar no mercado artístico. "Gosto de trazer muita atenção para isso, eu comento sobre o meu próprio amadurecimento eu estou olhando de fora o que eu faço, o que eu canto", conta. O single repete as mensagens e críticas ao mercado de 'A Queda', que fala sobre a cultura do cancelamento. 

Leia Também

Muitos podem pensar que 'Lady Leste' não tem a sincronia do último álbum, 'Affair', que é mais R&B. Mas Gloria diz que versatilidade é lei na arte dela e que tudo faz sentido na "totalidade do álbum". "Versatilidade, é algo sempre bom, a gente nunca quer cansar de um artista, nunca quer cansar de uma experiência", diz. 

Leia Também

"Na minha escola de cantor de banda de baile e ator de teatro musical, essa versatilidade é o mínimo que você tem que ter, tem que começar por aí, sabe? Então eu vivo nesse império. É o que tem que ser. Sabe, eu me pego agora com o povo falando: 'ah, como você é múltiplo, como você faz tudo?'. Gente, um ator de musical tem que fazer tudo, tem que estar pronto para tudo", diz. 

Depois de 'A Queda', vem 'Leilão', mas sem pressão

"As mais embebidas de mensagem e texto são 'Leilão' e 'A Queda'", diz. "Estou competindo comigo mesma, me comparo com um sucesso meu. Que bom que eu compito comigo, foco em me superar, testar os meus limites, focando em mim, cresço mais. Em 'Leilão' e em 'A Queda', eu estou conseguindo explorar de um jeito mais profundo isso algo que só a Glória Groove consegue fazer dentro do pop. Estou gostando muito do que eu tô vivendo, essa é real", conta. 

Depois de todo o sucesso com 'A Queda', que bombou nas redes sociais e que tem atualmente mais de 50 milhões de views no Youtube, Gloria lança 'Leilão' de forma despretensiosa, mas quer seguir estampando o estilo dela na arte. "Na minha cabeça, 'BONEKINHA', 'A Queda' e 'Leilão' são todas parte da mesma importância, da mesma dança que é a obra completa. Eu sei que na vida a gente vai olhar para isso como períodos diferentes, sucessos diferentes, mas para mim todas tem uma importância na construção de quem é a 'Lady Leste'", diz. 

No projeto, a principal preocupação dela é apresentar a Lady Leste para o público e não superar o sucesso de 'A Queda'. "Vale lembrar que eu não esperava que fosse esse sucesso que foi. Dentro do planejamento, 'Leilão' já estava super querida ali. Mas ninguém esperava o sucesso de 'A Queda' antes. Ela é uma virada de chave que ninguém aqui desse lado esperava sabe? Então é uma pressão que chegou depois", conta.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários