Cauã Reymond vai viver Rickson Gracie em filme
Reprodução
Cauã Reymond vai viver Rickson Gracie em filme


Faixa-preta no jiu-jítsu, esporte que pratica há 20 anos e que também passou de pai para filha, o ator Cauã Reymond vai interpretar Rickson Gracie em um filme que está sendo feito sobre o lutador. A direção ficará por conta de José Padilha, de "Tropa de elite'', "Narcos'', 'RoboCop'', "O mecanismo" e "Ônibus 174'', entre outras produções. Ele também será responsável pelo roteiro.

"Felizmente é o Cauã. Ele não é tão bonito como eu, mas é faixa-preta e é surfista", brincou Rickson em uma entrevsita ao site AgFight, especializado no tema. Segundo ele, a ideia inicial do filme, que é uma produção da Netflix e começou a ser gestado em 2019, era misturar sua história com a do mestre japonês Mitsuyo Maeda, que ajudou a difundir a arte marcial no Brasil junto com o clã Gracie.

Leia Também


"Maeda era amigo do meu avô e ensinou jiu-jítsu para os meus tios. O filme juntaria nossas duas trajetórias, mas depois resolveram que seriam duas produções. Uma sobre cada um de nós - contou Rickson, que lançou a biografia "Respire: Uma vida em movimento", em setembro deste ano.

O título está na lista de best-sellers do “New York Times” e foi escrito com a ajuda do aluno, faixa preta e premiado roteirista e acadêmico americano Peter Maguire. Rickson Gracie apresenta suas memórias em 250 páginas. Ele fala das origens do jiu-jitsu no Brasil e também de temas dolorosos, como as brigas com familiares e a morte de seu filho, Rockson, aos 19 anos, por overdose, em Nova York.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários