Sérgio Marone
Divulgação
Sérgio Marone


O convidado de hoje para um bate-papo com o iG foi Sérgio Marone.  O ator já fez de várias novelas de sucesso na Globo e na Record mas, recentemente, à frente do programa "Hoje em Dia", ele mostrou todo o seu talento também como apresentador. 

Durante a quarentena, Sérgio está aproveitando para ficar mais perto da natureza e também para apresentar o programa "Só Coisas Boas", em seu canal no Youtube, para enfrentar a pandemia com mais otimismo. 

Sobre sua ligação muito forte com o meio ambiente, ele conta como ela começou: "Eu fui começar a me preocupar, mesmo, eu acho que depois dos 20 anos. Teve uma época que a gente tava pra construir a hidrelétrica de Belo Monte e eu acompanhava o movimento Xingu Vivo, lá de Altamira, no Pará. E esse movimento falava de todas as atrocidades que estavam acontecendo em Altamira". Foi assim que nasceu o movimento Gota D'Água, que era uma ideia de fazer com que as pessoas conhecessem a causa do Xingu. 

"De lá pra cá, meu envolvimento tem crescido cada vez mais, e eu vou te dizer o porquê. Porque não tem causa mais importante do que a do meio ambiente. Inclusive o que a gente tá vivendo agora, não tenho dúvidas, que é uma consequência da exploração desenfreada do homem neste planeta", diz.

Sobre a carreira, mesmo estando longe da TV há dois anos, Sérgio participou da produção do filme "Jesus Kid" e pretende se aventurar mais como apresentador. "Eu tenho muita vontade de fazer um programa de auditório e poder contar boas histórias", revela. 

No fim, Sérgio fez questão de, em espanhol, agradecer os fãs de toda a América Latina que estavam acompanhando o bate-papo. O ator ficou bastante conhecido pelo mundo todo ao interpretar Ramses em  "Os Dez Mandamentos", da Record.


    Veja Também

      Mostrar mais