Em busca de ampliar a diversidade entre seus integrantes, a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas convidou 819 profissionais do cinema a se associarem à instituição, responsável pelo Oscar. Na turma de selecionados de 2020, 45% são mulheres, 36% pertencem a minorias étnicas ou raciais e 49% são estrangeiros, de 68 países diferentes.

Oscar
Reprodução/Instagram/@anatin_dibi
Academia terá 819 novos membros


Entre os convidados, há cinco brasileiros. A editora Cristina Amaral ("Um filme de verão"), e os produtores Mariana Oliva e Tiago Pavan, de "Democracia em vertigem", foram selecionados para participar da Academia na categoria de documentário. O diretor Otto Guerra, de "A cidade dos piratas"e "Wood & Stock: Sexo, Orégano e Rock’n’Roll", foi chamado para a área de curta e longa de animação. Na categoria de Marketing e Relações Públicas, está o executivo da Netflix Marcos Waltenberg.

A lista também inclui 75 indicados ao Oscar e 15 vencedores da estatueta. Entre os atores, estão Yalitza Aparicio (“Roma”), Awkwafina ("A despedida), Bobby Cannavale ("O irlandês"), Ana de Armas ("Entre facas e segredos"), Cynthia Erivo ("Harriet"), Adèle Haenel ("Retrato de uma jovem em chamas"), Udo Kier ("The Painted Bird"), Eva Longoria ("Overboard") e Florence Pugh ("Adoráveis mulheres").


Vencedor do Oscar de Melhor Filme este ano, em um momento histórico na premiação, o filme sul-coreano "Parasita" foi contemplado em peso. Do elenco, receberam convites Choi Woo-Shik, Jang Hye-Jin, Jo Yeo-Jeong, Lee Jung-Eun e Park So-Dam. A figurinista Choi Seyeon, o editor Yang Jinmo, o compositor Jung Jae-Il, o produtor Kwak Sin-Ae, o cenógrafo Lee Ha Jun, o editor de som Choi Tae Young e o roteirista Han Jin Won também foram lembrados. O diretor do longa, Bong Joon-ho, e o ator Song Kang-ho foram convidados em 2015.

Em 2019, o número de associados ativos da Academia era de 8.946. Desses, 8.733 estavam aptos a votar no Oscar. Com as adições anunciadas, o total de integrantes pode superar a marca de 10 mil, com mais de 9.600 elegíveis para o voto. Outra novidade anunciada pela Academia é que os integrantes que são agentes de talentos também poderão participar das votações.

Atualmente, a Academia se organiza em 17 áreas de profissionais do cinema. Cada categoria é responsável por fazer as indicações dos concorrentes ao Oscar de suas respectivas áreas: atores indicam atores, diretores indicam diretores e assim por diante, com exceção do prêmio de Melhor Filme Internacional e Melhor Longa de Animação, que possuem regras específicas. Todos os integrantes da Academia aptos a votar fazem indicações a Melhor Filme.

    Veja Também

      Mostrar mais