O ex-assessor do vereador Carlos Bolsonaro , Luciano da Silva Barbosa Querido, foi designado como o novo presidente substituto da Funarte. A decisão foi publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira.

Leia também: Maestro que associou rock ao "aborto e satanismo" volta à presidência da Funarte

Carlos Bolsonaro
Renan Olaz/CMRJ
Carlos Bolsonaro


Leia também: Bolsonaro fala de Regina Duarte: "Só não pode mudar o presidente nem o vice"

Querido havia sido nomeado para a diretoria executiva do órgão na terça-feira, junto com a recondução de Dante Mantovani para a presidência do órgão. Porém, o presidente Jair Bolsonaro recuou da indicação de Mantovani após a má repercussão da decisão feita à revelia da secretária especial da Cultura, Regina Duarte . Bolsonaro e a atriz se reuniram na quarta-feria selando a continuidade de Regina no cargo.

Luciano da Silva Barbosa Querido já havia sido indicado para um cargo comissionado da Funarte no início de abril. Antes de ser alçado para a diretoria do órgão, ele atuava como diretor do Centro de Programas Integrados da entidade.

Leia também: "Acho que está me dispensando", diz Regina Duarte sobre Bolsonaro

Segundo seu currículo publicado numa rede social, ele atuou entre 2002 e 2017 no gabinete do filho do presidente Jair Bolsonaro , na câmara de vereadores do Rio de Janeiro. Sua função era cuidar de “toda a parte de informática, como designer gráfico, web designer e banco de dados e mídias sociais” do gabinete.

    Veja Também

      Mostrar mais