O reality show “Soltos em Floripa” terá alguns episódios retirados do ar devido a uma liminar concedida pela Justiça de Santa Catarina na última segunda-feira (13). Segundo divulgado pela coluna do Léo Dias, a juíza Ana Luisa Schimdt Ramos alega que a série, disponível na Amazon Prime , teria violado o direito à intimidade de alguns participantes.

Leia também:O reality "Soltos em Floripa" combina sexo explícito e tretas em mansão

Participantes do Soltos em Floripa arrow-options
Divulgação
"Soltos em Floripa" terá episódios retirados do ar


Leia também:De Férias com o Ex: Gabi fala sobre o "pênis gigante" de Nakagima

A confusão começou quando figurantes da atração alegaram que foram embebedadas para autorizarem que suas imagens fossem utilizadas nos episódios de “ Soltos em Floripa ”. Uma delas é a influenciadora Ana Paula, que entrou com uma ação judicial contra os produtores do reality.

De acordo com a coluna do Léo Dias, além de Ana Paula, outra mulher entrou com uma ação para que as imagens dela fossem retiradas dos episódios. Ambas alegam que as cenas eróticas foram previamente autorizadas, mas que, na verdade, elas foram contratadas como figurantes da atração e o que foi exibido na série extrapola o que foi acordado.  

Leia também:"De Férias Com o Ex Brasil" terá homem gay pela primeira vez e ex-participante

A Justiça entendeu que, independente de contrato, a pessoa presente na série tem o direito de não quer mais ver sua intimidade exposta e determinou que os episódios de " Soltos em Floripa " em que a autora do processo aparece sejam retirados imediatamente do ar. Caso a decisão não seja respeitada, haverá uma multa de R$ 500 por dia. A Amazon Prime não quis se manifestar.

    Veja Também

      Mostrar mais