erika ferreira arrow-options
Reprodução/Facebook
Erika Ferreira, atriz e diretora de teatro, morreu com suspeita de coronavírus

A atriz e diretora Erika Ferreira, de 39 anos, morreu no último sábado (28), com suspeita de coronavírus, após ser internada na terça-feira com gripe muito forte e falta de ar. A informação foi publicada na página do Facebook da Escola Fábrica Oficina Social de Teatro, onde Erika atuava. A morte também foi confirmada pela Escola de Teatro Martins Penna, onde a atriz se formou.

Leia também: JN rebate críticas do ministro da Saúde à imprensa sobre cobertura da pandemia

Nascida em São Gonçalo, na região metropolitana do Rio, Erika era diretora da companhia de teatro Aglomerados e participou do musical " É samba na veia, é Candeia ", sobre a história do sambista Antônio Candeia Filho. Erika deixa o marido, o também ator Sylvio Moura.

No Facebook, a Escola Fábrica Oficina Social de Teatro publicou nota de falecimento. Confira:

Toda a família OST está triste nesse momento. Uma das grandes precursoras da história da instituição, nossa querida Erika Ferreira , acabou de partir.

Acaba de adentrar ao céu uma estrela, uma diva, uma mestre, uma parceira, escritora, diretora, atriz, cantora, produtora, professora, amiga, empresária e, acima de tudo, irmã de todos nós!

Pedimos preces e intercessões.
Que Deus possa confortar a sua família.

Te amamos! Obrigado por tudo! Vá com Deus, nossa diva!

"Seu canto é santo e encanta o coração!"

Na mesma rede, a Escola Técnica Estadual de Teatro Martins Penna, onde a atriz se formou em teatro, se manifestou e prestou as condolências, usando o sinal de luto como foto de perfil na rede e alertando sobre a gravidade da atual situação causada pela pandemia do novo coronavírus , pedindo "FIQUEM EM CASA. É MUITO SERIO!". Confira a mensagem:

É com uma tristeza imensa que nossa Instituição vem comunicar a partida de uma guerreira. Uma FILHA. Querida, amada, que sempre se orgulhou de sua escola e nunca se deixou desanimar.
.
@direcao_erika Atriz formada na Martins e diretora da Cia Aglomerados.
.
.
Acabamos de receber a notícia. Infelizmente estamos consternados e pedimos perdão por falta de mais palavras nesse momento. Enviemos preces, rezas e orações pela sua passagem e para os familiares.
.
Nossas redes sociais estão aqui abertas para receber e compartilhar suas homenagens.
.
.
Importante: Vamos seguir lutando e levando muito a sério os cuidados. É sério, é grave o momento que estamos passando. Por nenhuma perda mais.
.
FIQUEM EM CASA. É MUITO SERIO!
.
.
A família avisa que as homenagens serão realizadas no devido momento em que passar o período da quarentena. Faça sua homenagem e oração na proteção de sua casa.
.
.
Erika Ferreira deixa o esposo Sylvio (filho da Martins) e seus filhos e filhas como ela chamava seus atores e atrizes da Cia Aglomerados.

    Veja Também

      Mostrar mais