No último sábado (21), o governador de São Pualo João Doria (PSDB) anunciou que irá punir aqueles que descumprirem a determinação de suspender festas e bailes funk  no estado. Ele disse ainda que contará com o apoio da polícia na fiscalização e ajudar no cumprimento da norma durante esse período de quarentena devido ao novo coronavírus , covid-19.

Leia também: Após escapar de demissão, Stênio Garcia fala sobre coronavírus

Governador de São Paulo João Dória arrow-options
Agência Brasil
Governador de São Paulo João Dória


"Vamos adotar medidas policiais para evitar aglomerações e festas de qualquer natureza na capital e em todo o estado. Querem sobrepor interesses pessoais e econômicos aos interesses da saúde da população", explicou João Doria .

Leia também: Pandemia: os famosos que foram infectados pelo novo coronavírus

Durante coletiva de imprensa no Palácio dos Bandeirantes, o governador falou sobre a importância da solidariedade neste periodo de isolamente social, mas afirmou que há "promotores do mal", em referência aos organizadores de eventos e pancadões. "É inacreditável minimizar problemas como este ou promover festas em comunidades. Não é hora de fazer qualquer tipo de celebração. Fiquem em casa!", destacou.

Leia também: Astro do k-pop morre após ter sintomas do coronavírus

De acordo com João Doria , as Polícias Militar e Civil já receberam orientações para atuar em caso de aglomerações e festas "com firmeza e determinação, de acordo com protocolos".

    Veja Também

      Mostrar mais