E o cantor Michel Teló tá servindo de exemplo! A epidemia de coronavírus fez com que o cantor tivesse que cancelar toda a sua agenda de shows e campanhas publicitárias para o mês de março e abril. Mas, mesmo preso em casa por causa da quarentena, ele decidiu manter os salários dos seus músicos e funcionários técnicos até que as coisas melhorem.

Leia também: "A gente ama ficar todo mundo igual mesmo", diz Michel Teló sobre look da família

Tata Fersoza e Michel Teló arrow-options
Reprodução/Instagram
Tata Fersoza e Michel Teló


"Desde a semana passada, antes de começarem os cancelamentos de eventos, eu e minha equipe decidimos dar uma pausa, porque achamos que a situação iria piorar. Nesta semana mesmo, eu tinha duas campanhas para gravar com marcas parceiras e também adiamos. Além disso, todos os shows do mês de março e abril a gente já adiou. E o mês de maio estamos deixando um sinal de alerta para saber o que pode acontecer", comentou Teló ao jornal Extra .

Leia também: Thaís Fersoza solta o rebolado e mostra os bastidores do Carnaval de Michel Teló

"Somente na estrada comigo são cerca de 30 pessoas. E, tem uma galera grande, que mesmo com os shows cancelados, a gente decidiu continuar pagando os músicos e funcionários. A gente entende que é um momento que todo mundo precisa se ajudar. Vamos tentar manter esse pessoal, no momento que nenhuma receita acontece, como se estivéssemos fazendo shows. Ninguém sabe para onde vai essa situação. A nossa geração nunca viveu nada igual. O mundo paralisado", completou. 

Leia também: Nasce filha de Michel Teló e Thaís Fersoza: "Melinda, vem. Bem-vinda, amém"

Michel Teló disse também que está em casa, em São Paulo, com a esposa Thaís Fersoza , e os filhos, Teodoro e Melinda, tomando todos os cuidados necessários. "A gente nem sabe como as coisas estão lá fora. Estamos há dias dentro de casa. Pelas notícias que estamos acompanhando as ruas estão mais desertas. E é isso que a gente tem que fazer para que isso passe logo. Fico aqui brincando e cantando com as crianças para elas se distraírem um pouco. Fazemos como se fosse aquele filme "A vida é bela". Eles ainda não têm idade para entender o que está acontecendo", disse.


    Veja Também

      Mostrar mais