Com a pandemia do novo coronavírus, as recomendações de isolamento social estão afetando diversas áreas da economia . As salas de cinema estão entre os estabelecimentos que sofrem o impacto dessa crise e já são quase 600 estabelecimentos fechados em todo o Brasil. 

Leia também: Matheus e Kauan farão show virtual para fãs devido coronavírus

Sala de cinema arrow-options
Divulgação
Salas de cinema são fechadas ao redor de todo o país

As estreias de filmes foram todas canceladas e adiadas e isso fez com que as  salas de cinema fechassem as portas. De acordo com o site Filme B, são 577 locais de exibição fechados em todo o Brasil e o estado mais afetado é o Rio de Janeiro, pois o governo Wilson Witzel determinou que espaços culturais interrompessem as atividades temporariamente.

Em São Paulo

O governador de São Paulo, João Dória, determinou nesta quarta-feira (18) o fechamento dos shoppings da região metropolitana do estado por meio de decreto. Essa decisão era tmabém uma reinvidicação feita por organizações das empresas cinematográficas.

Leia também: "MasterChef" deve sofrer mudanças devido ao coronavírus, diz colunista

"A Federação Nacional das Empresas Exibidoras Cinematográficas e o Sindicato das Empresas Cinematográficas do Estado de São Paulo vêm a público pedir ao governador de São Paulo, João Doria, que assuma o papel de fechar as salas de cinema do estado, na forma da lei. As empresas exibidoras entendem que a grave situação colocada pela pandemia da Covid-19 é urgente e demanda uma resposta rápida que somente o Estado está habilitado a tomar", escreveram em carta. 

As organizações explicaram que o fechamento das salas de cinema estava em um impasse. Essa situação ocorreria porque as empresas precisariam negociar com os próprios shoppings para poderem parar o funcionameto do local, o que era demorado e burocrático. Porém, o impasse foi resolvido com o decreto. 

Bilheterias

Antes mesmo da decisão do governador de São Paulo, algumas redes de cinema já haviam decidido fechar as portas por tempo indeterminado. Foi a decisão de Espaço Itaú de Cinema, Petra Belas Artes e Cinesala. 

Leia também: Fernanda Paes Leme agradece solidariedade dos vizinhos: "Deixam comida para mim"

O impacto do novo coronavírus nas telonas é expressivo. De acordo com o Filme B, as bilheterias apresentaram os piores índices desde 2017. Na última quinta-feira (12), apenas 86 mil pessoas foram conferir os filmes em cartaz. 

    Veja Também

      Mostrar mais