Na noite da última sexta-feira (21), o Carnaval do Recife deu boas-vindas à folia com diversas apresentações que incrementaram o tema deste ano “A criança, o circo e a cultura popular”. O ritmo brega marcou presença, pela primeira vez, na festa graças a energia da cantora Priscila Senna , que se emocionou por estar no palco principal da atração.

Leia também: Bateria da Império Serrano não tem fantasia a poucas horas do desfile

Priscila Senna no Marco Zero do Recife arrow-options
Divulgação/ Prefeitura do Recife/ Camila Leão
Priscila Senna no Marco Zero do Recife


A primeira parte do espetáculo de abertura do Carnaval do Recife contou com a participação de 300 crianças e adolescentes que fizeram um cortejo até o Marco Zero ao som de grandes clássicos do Frevo sob a condução do Maestro Ademir Araújo. O Bloco das Flores, um dos homenageados do carnaval deste ano, completou a alegria do trajeto.

Passado o cortejo, a Secretária de Cultura do Recife, Leda Alves, deu início oficialmente a abertura dos festejo do Carnaval. O momento foi dividido com a presença do Rei Momo, Marcone dos Santos, e da Rainha do Carnaval, Ruana Karina. Além dos Reis e Rainhas do Carnaval da Pessoa com Deficiência, Antônio Batista e Zemily Cazala, e da Pessoa Idosa, Frederico Batista e Maria de Fátima Santos.

Leia também: Veja 5 famosas que confirmam presença para o carnaval de SP

Em seguida, os foliões puderam conferir a apresentação dirigida pelo multiartista Antônio Nóbrega, onde bailarinos e artistas circenses se revezaram no palco para homenagear o povo negro, os indígenas e os sertanejos. Uma das músicas do espetáculo questionava quem matou a vereadora Marielle Franco . "Esse espetáculo é uma homenagem ao povo brasileiro. Ao povo que luta diariamente para ter um lugar ao sol e que, muitas vezes, ainda tem que sofrer com o preconceito, com a intolerância. E há uma guerra do governo federal travada contra a cultura que temos que resistir, a cultura é uma das grandes coisas que faz uma nação", disse Nóbrega no palco.

Leia também: Paulo Barros, Marielle e ciganos: o que esperar dos desfiles de São Paulo

Por fim, a atração mais aguardada da noite fez o ritmo brega entrar para a história do Carnaval do Recife. Priscila Senna, conhecida como a Musa, fez os foliões cantarem a uma só voz seu repertório brega, como "Novo Namorado", "Labirinto" e "Cachorro Combina com Cadela", no palco do Marco Zero.


Emocionada, a cantora agradeceu a oportunidade de participar da abertura do Carnaval do Recife. "Eu só posso agradecer a Deus por essa oportunidade e as vocês, meus lindo fãs. É uma honra estar aqui, eu tenho muito orgulho de participar disso aqui de enaltecer o carnaval recifense e o brega", disparou ela.

    Veja Também

      Mostrar mais